Máscara Hidratação Profunda, Mari Morena

 

20181213_072620

O QUE O PRODUTO PROMETE??
Fonte: Embalagem do produto e o site

É uma Máscara de Tratamento Profundo e completo que oferece tudo que o seu cabelo precisa para se manter hidratado e saudável. Possui componentes hidratantes, óleos e proteínas hidrolisadas que tratam cabelos danificados e ressecados. Com pH baixo, ajuda a selar as cutículas dos fios, os mantendo hidratado por mais tempo.

Máscara Hidratação Profunda possui:

  • Manteiga de Karité,
  • Babosa,
  • Proteína da Seda (artificial)

PRODUTO 100% VEGANO.

Modo de usar: Com os cabelos limpos, aplicar a Máscara Hidratação Profunda Mari Morena mecha por mecha, massageando o produto nos fios da raiz para as pontas. Deixe agir de 15 a 30 minutos, dependendo da intensidade do efeito desejado. Enxágue e finalize o cabelo como de costume.

Livre de: Sulfatos, Silicones, Óleo mineral, Parafina, Parabenos e Ingredientes de origem animal.

Produto liberado para NO POO e LOW POO

PH = 3,5

Composição: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Glycerin, Heliantus Annus (Sunflower) Seed Oil, Aloe Barbadensis Leaf Extract, Panthenyl Hydroxypropyl Steardimonium Chloride, Polyquarteninun-7, Silk Amino Acids, Vinegar/Pyrus Malus (Apple) Fruit Extract/Fructose/Glucose/Gluconic Acid/ Gluconolactone/ Caesalpina Spinosa Gum, Parfum, Cocos Nucifera (coconut) Oil, Shea Butter, Phenoxyethanol/Methylisothiazolinone, Citric Acid.

Custo: R$65 por 250ml (R$0,26 por ml)

20181213_072706

O QUE EU ACHEI??

Eu tenho essa máscara desde dezembro de 2017, e usei ela com regularidade quinzenal pois tenho preguiça de usar máscaras que exigem mais do que 10 minutos no cabelo. Posso me dar esse luxo pois meu cabelo está bem saudável atualmente. Meu cabelo não sofre com química pesada (eu uso apenas tonalizantes e henna, ambos agem por depósito de cor), nem com agressões físicas, pois não uso secador nem chapinha, meu cabelo seca naturalmente. Assim a demanda dele de tratamento é baixa, exigindo apenas hidratação, devido à perda natural de água dos fios, e leve nutrição ou reconstrução devido às agressões normais do dia a dia, como sol, vento, etc. O que eu mais faço é usar máscaras bem hidratantes e rápidas, e evito nutrição e reconstrução nos meus fios (ambos pesam hoje em dia, mesmo em máscaras rápidas).

Sobre a embalagem: Feita de Plástico Resistente em tom bege claro, detalhes prateados e tampa de rosquear, a embalagem é prática, tem todas as informações básica de uso, ingredientes, SAC, validade, etc., bem visíveis e legíveis.

Sobre o produto: O aroma é intenso, mas nada enjoativo, confortável até. A textura é de manteiga mais firme, não escorre e é um pouco difícil de aplicar no cabelo se esse estiver muito seco (é bom não caprichar na hora de retirar o excesso de água dos fios). Ela não desmaia os fios logo de cara, demora uns 5 minutos para isso acontecer. E como ela tem PH baixo, dispensa o uso de condicionador após o uso. Pessoalmente nunca utilizei ela por mais do que o tempo mínimo de 15 minutos, pois como eu disse, tenho preguiça. Esse tempo no meu cabelo me oferece um resultado que eu gosto, mas não me faz cair de amores por ela: cabelo hidratado, com volume um pouco controlado e brilhante. Infelizmente, ela pesa um pouco, provavelmente por ela ser mais potente do que o necessário para meu cabelo.

Embora a embalagem diga hidratação profunda, a própria Mari esclarece que a máscara acumula as 3 funções do cronograma capilar, portanto para quem segue cronograma, não sei se essa máscara é uma boa. Como meu cabelo só pede hidratação mesmo, ela acaba pesando, mesmo usando a cada 15 dias. Recentemente comecei a usar ela semanalmente por menos tempo, cerca de 5 a 7 minutos, e no banho mesmo. Deixo o cabelo mais molhado, o que por si só já diminui a potência de produtos aplicados nos fios, aplico a máscara, enluvo os fios por um tempo, e faço outra coisa enquanto aguardo essa pausa menor (esfregar o corpo e rosto, por exemplo).  O fato é que gostei mais do resultado assim, pois consegui o brilho, o volume controlado e a hidratação, sem pesar meu cabelo.

Essa máscara custa em média R$65 e tem um resultado realmente potente (até demais se seu cabelo estiver bem saudável como o meu). A quantidade necessária no meu cabelo é aquela da foto (tenho cabelo 2B a 3B, bem volumoso), o que faz ela render muito bem. Usando quinzenalmente ela duraria ainda uns dois ou três meses, mas como passei a usar semanalmente (dobrei o uso), ela está quase acabando (creio que durará um mês ainda), o que torna o custo benefício dela interessante. Embora tenha um preço meio salgado, ela rende bastante (usando ela quinzenalmente, o custo, por uso, deve ficar abaixo de R$2).

Acredito que pessoas com cabelos mais danificados, poderão usufruir melhor dos benefícios dessa máscara que foi desenvolvida com muito carinho pela Mari.

 

Pare de se odiar, por Alexandra Gurgel

pare de se odiar

Título: Pare de se odiar.
Autora: Alexandra Gurgel
Editora: Best Seller
Edição: 1º
Ano: 2018
Páginas: 153

O livro de estreia de Alexandra Gurgel, youtuber do canal Alexandrismos com mais de 300 mil inscritos.
Alexandra Gurgel, criadora do canal Alexandrismos no Youtube, é conhecida por abordar em seus vídeos temas como autoaceitação, o movimento body positive, autoestima, relacionamentos e a luta contra a gordofobia.
Em Pare de se odiar a autora tem como objetivo ajudar suas leitoras a trilharem o caminho do amor-próprio e o da construção de uma autoimagem mais positiva, entendendo como a sociedade em que vivemos interfere diretamente na relação que temos com o nosso corpo.
Alexandra, que tem sido uma das vozes mais atuantes do movimento body positive no Brasil, traz no livro uma mensagem honesta e acolhedora, a partir de sua experiência pessoal para mostrar que amar o próprio corpo é, de fato, um dos atos mais revolucionários deste século.
Sigo a Alexandra no Youtube desde o inicio do canal dela, então comprei esse livro na pré-estréia e li ele assim que chegou aqui em casa. Mas escrever sobre ele levou mais tempo do que eu esperava. Tanto por compromissos pessoais, como por eu ficar com a constante sensação de que não consigo fazer jus ao livro, independente do que eu escreva. Então, como dizia minha Profa. Marina durante o mestrado: “não se termina uma dissertação, abandona-se”. Então resolvi publicar mesmo que eu ainda não considere pronta minha opinião.
O livro, impresso em papel off-white de gramatura média, é bem confortável de ler (e de escrever rsrsrs), e curto, são apenas 153 páginas, e o estilo de escrita da Alexandra faz ele parecer mais curto ainda, pois ela nos proporciona uma leitura fluida, dinâmica, gostosa. Confesso que antes desse livro eu não costumava escrever no livro, eu apenas anotava em um caderninho códigos para que, na hora de escrever sobre o livro, eu identificasse quais frases me marcaram. Assim eu podia facilmente passar o livro para frente ou vender em sebos. Esse livro me provocou, pois eu estava anotando coisas demais. Então , depois de muita reflexão, superei meu tabu e decidi escrever no livro. E foi delicioso. E libertador. O livro ficou todo riscado, e sem problemas, pois ele entrará definitivamente na minha biblioteca pessoal, onde apenas livros de estudo e os meus queridos, como esse, permanecem.

pare de se odiar 2

A capa com a foto da Alexandra, confortável em ser ela mesma, dona de si, já diz a que o livro veio. Provocativo por nos estimular ao que deveria ser óbvio e natural: gostar de nós mesmas. Valorizar nosso corpo, esse instrumento maravilhoso que nos permite viver, aprender, evoluir. E que as vezes maltratamos muito com dietas irresponsáveis, alimentação totalmente maluca e descuidada, exercícios nada prazerosos. Como se o título do livro e a foto da capa já não fossem claros o suficiente, temos o subtítulo: “porque amar o próprio corpo é um ato revolucionário”. Na era da perfeição impossível de ser acompanhada, amar o próprio corpo, que naturalmente não atinge essa perfeição impossível, pois a perfeição proposta pela sociedade não é alcançável por nenhum corpo, é sim um ato muito revolucionário, pois se contrapõe a todo um sistema econômico de consumo e busca pela perfeição. Amar o próprio corpo, em todas suas fases e mudanças – a cada sete anos nenhuma célula do nosso corpo é a mesma, como podemos esperar alcançar o impossível, e permanecer lá? Nossos corpos não são máquinas paradas no tempo. São orgânicos e interagem com o ambiente e o tempo. Logo, mesmo quem, por meio dos meios que for, alcance a perfeição proposta pela sociedade, essa pessoa nunca conseguirá manter-se dentro do padrão, pois o tempo cuidará de mudar seu corpo, mesmo contra a vontade.
O livro começa e termina na história da Alexandra. Não poderia fazer mais sentido, numa obra que conversa tanto com a história pessoal da autora, pois assim como a história dela continua, o conteúdo do livro não se encerra em si, mas nos apresenta um universo de conceitos importantes e complexos que, se nos bastam no primeiro olhar, nos levam a buscar a mais em seguida, pois provocam muitos desdobramentos na nossa relação com a sociedade e conosco mesmas.
pare de se odiar 3
Alexandra começa nos apresentando a pressão estética que sofria por não se sentir uma criança dentro do padrão – e isso já choca, pois ao escrever e falar sobre isso, ela torna real uma sensação incomoda que eu carregava, mas que nunca tinha verbalizado ainda: a pressão estética infantil, e os danos que isso acarreta para o desenvolvimento das crianças. Sim, nós temos um padrão de “criança bonita”, e as crianças já compreendem, e sofrem. Na adolescência dela, eu vi muito da minha, desde o não se encaixar, com os cabelos ondulados/cacheados (imagino que para as crespas seja ainda pior), até o desejo de ser anoréxica e bulímica (Ana e Mia, para os íntimos) e o fracasso de não conseguir ser direito nada disso. E a montanha russa que a vida emocional dela se tornou, nessa verdadeira guerra contra o próprio corpo.
O feminismo foi o pontapé inicial na jornada de pacificação da relação da Alexandra com ela mesma. E aqui mora o primeiro conflito. Nossa sociedade se pauta no conflito, no ódio e na insatisfação pessoal (toda mulher é insatisfeita, é o que nos dizem, não é?), então iniciar uma jornada de paz, na busca real da paz, verdadeira e duradoura, incomoda muita gente. Por que outro motivo o feminismo incomodaria tanto? Liberdade nunca foi algo bem visto pela sociedade, especialmente a liberdade feminina. Onde já se viu uma mulher que se ama? Independente da aparência, status social, situação financeira? Quando somos chamadas a nos amar, somos convidadas a malhar nossos corpos imperfeitos, a maquiar nossos rostos imperfeitos, na busca de um estereótipo de beleza inalcançável. Pois se mulheres que consideramos “perfeitas” são criticadas duramente em suas aparências, que dirão de nós, mulheres claramente imperfeitas?
pare de se odiar 1
A jornada pelo livro é permeada de questões fundamentais para esse processo de desconstrução que a Alexandra propõe. Questões disfarçadas de simplicidade, mas que carregam significados pesados, e inclusive, algumas permeiam questionamentos filosóficos e e verdadeiras jornadas psicológicas de autoconhecimento para sermos capazes de responder, como:
  • “quanta coisa a gente deseja que é fruto de uma vontade que vem do externo, buscando a aprovação alheia?” (Página 29)
  • “Mas quando é que isso acaba, quando é que tudo fica bem? Isso tem fim? Não”. – Quando chegamos lá? Alguém realmente chega lá? (Página 31)
  • “quem sou eu?” (Página 35)
  • “O que é ser uma mulher feminina?” (Página 43)
  • “para quem você vive? Para quem você se veste? Para quem você faz as unhas? Para quem você pinta o cabelo? Para quem você faz cirurgia plástica? Para quem você muda? É para você? É uma vontade que vem, genuinamente, da sua essência? Já consegue responder se o que você faz ou muda na sua aparência, no seu comportamento e no seu imaginário de vida é para algo, alguém ou uma situação específica?” (Página 84)
  • “O curioso é que, se gosto é algo tão individual, por que todo mundo continua gostando das mesmas coisas?” (Página 111)
E essa lista é apenas para citar algumas questões importantíssimas. Para a maioria delas eu tentei imaginar um mundo sem mais ninguém. O que eu realmente faria? O que eu realmente mudaria em mim mesma?
Além disso, a Alexandra não nos sugere trocar uma ditadura por outra. Ela nos impele à liberdade. Seguindo a proposta de Simone de Beauvoir, citada pela Alexandra na página 109: “Ser livre é querer o outro livre”. E não dá para sermos livres enquanto estivermos presos pela algema mais poderosa do mundo: o ódio.
Recomendo muito esse livro. Para todas as mulheres e homens. Os questionamentos e o conhecimento apresentado ali, embora voltado à realidade feminina, impacta diretamente a homens e mulheres e merecem nossa atenção.

Gel Creme Facial Almanati para pele mista a oleosa

almanati 1

O QUE O PRODUTO PROMETE?
Fonte: 
Embalagem do produto e o site https://almanati.com.br/conheca-nossos-produtos/facial/gel-creme/

A Alamanati foi buscar no melhor da natureza elementos que estimulam os processos naturais da sua pele. Com sua fórmula 100% natural e inovadora (sem água), o Gel Creme Almanati combina aloe vera, betaína, camomila e hamamélis, que juntos promovem hidratação, controle da oleosidade, adstringência e nutrição da pele. Os óleos de damasco e calêndula, também presentes na fórmula, mantém a barreira protetora da pele, sem deixar efeito oleoso.

Características
• Produto certificado pelo IBD
• Contém propriedades hidratantes, nutritivas e adstringentes
• Promove uma barreira protetora na pele
• Ajuda a controlar a oleosidade

Indicação
Gel Creme Facial da Almanati é indicado para pele mista a oleosa.

Ingredientes

Ativos naturais:
Aloe Vera: hidratante, cicatrizante e refrescante.
Betaína: anti-inflamatória, protetora e hidratante.
Calêndula: antioxidante, cicatrizante e anti-inflamatória.
Camomila: antisséptica, relaxante e antibacteriana.
Damasco: hidratante, nutritivo e anti envelhecedor.
Girassol: nutritivo, hidratante e antioxidante.
Hamamélis: antioxidante, adstringente e tônico.
Jojoba: cicatrizante, hidratante e anti-inflamatória.

Composição: aloe barbadensis leaf extract*, hamamelis virginiana leaf extract, betaine, chamomilla recutita flower extract, glycerin, isoamyl laurate, prunus armeniaca kernel oil, aqua (water)**, cetearyl alcohol, glyceryl stearate citrate, calendula officinalis flower oil, sclerotium gum, lonicera caprifolium extract, tocopherol, lonicera japonica flower extract, xanthan gum, parfum (fragrance)***, simmondsia chinensis seed oil, sodium hydroxide, glyceryl caprylate, helianthus annuus seed oil, d-limonene***.

*Matérias-primas oriundas de produção orgânica.
**A água da composição tem origem dos conservantes naturais e do corretor de pH.
***A partir de óleos essenciais naturais.
Este produto contêm entre 66% e 90% de ingredientes biodinâmicos Demeter.

Fórmula rica em: matérias-primas naturais, matérias-primas orgânicas, ativos naturais, fragrâncias naturais e conservantes naturais.

Fórmula livre de: óleos minerais, parabenos e silicones, corante sintético, fragrância sintética, testes em animais, matérias-primas transgênicas, matérias-primas de origem animal e matérias-primas sintéticas.

Modo de Usar
Aplique o gel creme da Almanati sobre o rosto, pescoço e colo, realizando massagens suaves até a absorção total do produto. Use pela manhã e à noite.

Precaução
Havendo irritação suspenda o uso, não usar sob a pele ferida. MANTER FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS. Conservar em local fresco. Uso externo. Não ingerir.

Preço: R$85 (facilmente encontramos promoções por R$60, ou até um pouco menos)
Embalagem:
30 ml (R$2,83 por grama)

Aspectos importantes
Contém aromas sintéticos? Não
Contém corantes sintéticos? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não informado
É orgânico? Parcialmente (77,5%)
É vegano? Sim

almanati 2

O QUE EU ACHEI??

Mais um produto natural brasileiro, e com muitos ingredientes orgânicos, que faz bonito.

Embalagem: A embalagem é surpreendentemente pequenina, são apenas 30g de produto, mas a qualidade é igualmente surpreendente. Feita de vidro, constatei que ela é resistente a quedas (talvez eu tenha deixado cair algumas vezes! rsrs). A caixa vem com todas as informações que julgo importante: ingredientes, modo de usar, validade e mais algumas informações sobre a marca e a produção. A tampa é branca, de plástico resistente. Dá para reaproveitar em misturinhas cosméticas tranquilo. Ou, dá para usar para guardar coisas de cozinha (depois de bem higienizada, é claro) como temperos ou algo que você precise guardar num potinho menor. Acompanha uma pazinha branca de plástico para pegarmos o creme (não se esqueça de higienizar a pazinha após cada uso, ou não faz muita diferença – é só lavar na pia mesmo. Pessoalmente não gosto desses cremes que vem com pazinha de plástico, pois ela vai virar lixo. Afinal, o que vou fazer com tanta pazinha? Então eu gostaria muito que a marca parasse de enviar essa pazinha, ou envie outro tipo, como uma pazinha de bambu ou de algum material que seja biodegradável.

Primeiras Impressões: Por ter ingredientes naturais, a minha descrição pode variar do produto que você receber, mas não acredito que a variação seja imensa, do tipo eu descrever um creme rosa e você receber um verde.

O Gel Creme Facial Almanati para peles oleosas realmente corresponde a esse nome, pois tem a aparência de um creme misturado com gel. Então ganha uma leveza e suave transparência. Tem um tom de rosa queimado ou goiaba, e o cheiro é mais neutro, nada de aromas artificiais. Não me incomodou em nada para utilizar no rosto. Ele rende MUITO, então uma quantidade mínima dá para usar no rosto todo. No meu caso, esse creme durou quase quatro meses. O que, para o tamanho do pote, é muito. Além de espalhar muito bem, ele é rapidamente absorvido pela pele. Então, passa e espalha rápido. Se demorar muito, sua pele absorve os pontos de gel creme e você não tem nada para espalhar (sério!).

Resultado: Como eu disse, a pele absorve muito rápido esse produto, mas ele não desaparece. A sensação é de estar com a pele recém molhada de banho. Uma pele fresca e até geladinha ao toque. E essa sensação permanece por uns quase 10 minutos. Eu gostei muito. Depois desse tempo, o produto desaparece e você só sente a pele hidratada. Não achei que o produto ajude com a oleosidade, mas o produto não promete isso, então tudo bem. O produto promete ser leve e não piorar a oleosidade, e isso ele cumpriu com louvor comigo. Não piorou mas também não melhorou. E acredite, não piorar já é um bônus.

Minha opinião final, é que esse é um produto que deve ser excelente para peles normais. Mas ainda não é minha escolha de hidratante facial para peles oleosas.

EDIT: Esse produto dura cerca de quatro meses se usado uma vez ao dia. Eu só usava ele pela manhã, ok?

Rare Earth Pore Refinig Tonic

20181214_221527.jpg

Resolvi testar esse produto depois de ler muitas resenhas positivas sobre o controle da oleosidade que ele auxilia a promover.  E como minha pele já não seja mais tão oleosa a ponto de ter bochechas oleosas, eu ainda tenho a zona T e as pálpebras MUITO oleosas.

O QUE O PRODUTO PROMETE?
Fonte: Embalagem do produto e o site https://www.kiehls.com

Finalidade: Matificar a pele e minimizar os poros.

Ajude a reduzir os poros dilatados e reduza o brilho com o nosso poro, minimizando o toner. Formulado com ingredientes da foz do rio Amazonas, este toner de refino de poros para pele oleosa é rico em minerais. Deixe a pele com uma sensação equilibrada e suave para uma aparência saudável.

  • Ajuda a remover sujeira, toxinas e óleo de superfície, minimizando visivelmente os poros e reduzindo o brilho
  • Matifica e reequilibra os níveis de umidade da pele para uma pele mais lisa
  • Formulado com argila branca da Amazônia, proveniente da foz do rio Amazonas
  • Para pele oleosa e pele normal

A alantoína é um composto encontrado na raiz da planta de confrei, uma erva Eurasiana perene e peluda usada durante muito tempo na fitoterapia. Dentro de nossas fórmulas, Alantoína é conhecida por acalmar e confortar a pele.
Originada da foz do rio Amazonas, a argila branca da Amazônia é conhecida por ajudar a remover o excesso de oleosidade e a pele morta que podem obstruir os poros. Dentro de nossas fórmulas, a argila branca da Amazônia é conhecida por ajudar a desintoxicar e minimizar os poros.

Modo de usar: Agite bem antes de aplicar. Depois de se fazer a limpeza, espalhe uma quantidade generosa desta loção nas palmas das mão e suavemente dê tapas (ou aplique a fórmula com uma almofada de algodão). Evite as áreas próximas dos olhos.

Ingredientes: Aqua/Water, Alcohol Denat., Glycerin, Propanediol, Silica, Phenoxyethanol, Zinc Oxide, Methyl Methacrylate, Crosspolymer, Kaolin, Zinc Cluconate, Aloe Barbadensis/Aloe Barbadensis Leaf Juice, Avena Sativa Flour/Oat Kernl Flour, Menthoxypropanediol, Hamamelis Virginiana Water/ Witch Hazel Leaf Water, Allantoin, Salicylic Acid.

Aspectos importantes
Contém aromas sintéticos? Não
Contém corantes sintéticos? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não informado
É orgânico? Não
É vegano? Não informado

Livre de Parabenos

20181214_221655 (1).jpg

O QUE EU ACHEI?

A embalagem: A embalagem é um frasco transparente, com rótulo pregado e uma tampa cinza claro do tipo flip flop. É prático e não atrapalha o uso. O rótulo é bem legível, e grande parte em inglês, mas replica as orientações de uso em diversos idiomas, exceto português, que está numa etiqueta grudada sobre o rótulo.

O produto: O preço de R$126 me fez demorar bastante para comprar esse produto, afinal é um preço salgado para um tônico. Mas depois de ler tantas opiniões positivas, resolvi arriscar. Eu comprei no site da Kihel’s no final de janeiro de 2018, e comecei a usar assim que chegou aqui em casa, na primeira quinzena de fevereiro. Usei esse produto desde então e ainda tem um restinho que passei para outra embalagem de borrifador. Eu não uso tônicos com discos de algodão, especialmente esse que tem argila, pois desperdiçaria produto e ainda poluiria o Planeta desnecessariamente. Então eu costumo despejar uma pequena quantidade de na palma da mão e aplicar com batidinhas. Recentemente resolvi testar colocar num borrifador (ainda tenho produto para um mês, creio), e estou adorando o resultado. Tendo em vista que estou usando esse produto duas vezes ao dia, diariamente, há dez meses, o preço se dilui razoavelmente.  São R$0,50 por ml de produto que, comigo, vai durar quase um ano (que para mim é um tempo normal, vale lembrar, mas que me permite investir em produtos mais caros, caso eu julgue pertinente).

Realmente o tônico matifica a pele, ajuda a controlar o aparecimento da oleosidade, mas não percebi nenhuma redução de poros (o que eu pessoalmente não esperava, mas que o produto prometeu). Fiquei com medo de que a argila ficasse esbranquiçada na pele já que o tônico após ser agitado mistura com a argila e fica branco, mas isso não aconteceu em nenhum momento. Pessoalmente eu não compraria de novo, pois não é um resultado tão impressionante que me incentive a gastar quase R$100 a mais que a água floral de Tea Tree que eu costumo usar como tônico e que me satisfaz muito e oferece resultados semelhantes, exceto o efeito matificante. Mas como eu também costumo usar argila na minha rotina, desconfio que consigo resultado semelhante ao desse produto adicionando um pouco de argila branca na minha água floral de Tea Tree, que voltarei a usar quando esse tônico acabar. Preciso testar para ter certeza, mas creio que consigo um produto similar, mas com a vantagem de serem produtos naturais, de fontes renováveis e totalmente brasileiro.

Sabonete Higienizante Face e Corpo, Livealoe

20181214_234839.jpg

O QUE O PRODUTO PROMETE?
Fonte:
Embalagem do produto e o site https://www.livealoe.com.br/

67% Ingredientes Naturais / 20% Ingredientes Orgânicos

Sabonete Higienizante
Pele macia, hidratada e protegida.

Os óleos essenciais e o Neem atuam na proteção contra agentes externos. A Aloe Vera, rica em polissacarídeos e minerais, doam a pele nutrientes. O Urucum, rico em vitamina A, revitaliza a pele.

Indicação: Para todos os tipos de pele, especialmente agredidas e secas.

Modo de Usar: Com a pele molhada, aplique o sabonete em movimentos circulares. Enxágue bem. Uso diário. Uso externo.

Ação do Produto: Antisséptico natural proveniente dos ativos vegetais (Aloe, Nem, óleos essenciais de Menta e Limão), diferentemente dos sabonetes antibacterianos comuns que incluem antibióticos potentes baixando a ação imunológica natural do corpo, os óleos essenciais e os extratos atuam de forma sinérgica com o nosso corpo, eliminando apenas os microbiotas indesejados e excedentes e mantendo aqueles que são importantes para nós.

  • Pode ser usado em todo o coro sem restrições, inclusive como sabonete íntimo.
  • Anti-inflamatório, bactericida, antifúngico, antiviral e cicatrizante.
  • PH 4,5 a 5,0 sendo compatível tanto com a pele da face quanto da região genital.
  • Tensoativos suaves e com baixo grau de irritabilidade.

Dicas de uso:

  • Lavar a pele com algum processo inflamatório (acne, psoríase, foliculite, dermatites em geral). Enxaguar após o uso.
  • Usar em regiões infectadas por bactérias, fungos e/ou virus.
  • Região genital para prevenção e tratamento de infecções recorrentes como candidíase, garnerella, herpes, dentre outras.

Aloe vera, Neem e Urucum têm cultivo orgânico no mesmo local em que são processadas, garantindo matérias-primas frescas e enriquecidas.

Ingredientes: Aloe barbadensis gel (gel de Aloe vera)*, Azadiarachta indica leaf extract (extrato de Neem)*, Bixa orellana seed extract (extrato de Urucum)*, Cymbopogon flexuosos oil (óleo essecial de Lemongrass)**, Mentha piperita oil (óleo essencial de Menta)**, Citrus lemon peel oil (òleo essencial de Limão Siciliano)**, Sodium laureth sulfate/ Dissodium laureth sulfossinate (Lauril éter sulfato de sódio/ Lauril éter sulfossuccinato de sódio), Sodium laureth 2 sulfate, Sodium laureth suphate glycol distearete (Lauril éter sulfato diestearato), Cocoamidopropil betaine (cocoamidopropilbetaina), Potassium sorbate (Sorbato de potássio), Aqua/Water (Água).
* = Ingredientes de agricultura orgânica.
* = Ingredientes de origem natural.

Preço: R$38,50
Embalagem: 
240 ml (R$0,16 por ml)

Aspectos importantes
Contém aromas sintéticos? Não
Contém corantes sintéticos? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não informado
É orgânico? Parcialmente (20%)
É vegano? Sim

Livre de parabenos, petroquímicos (óleo mineral, parafina, vaselina), ftalatos, EDTA, liberadores de formol, derivados de animal, fragrâncias e corantes sintéticos. Não testado em animais.

20181214_234955 (1)

Aparência do Sabonete Higienizante Face e Corpo, da Livealoe.

O QUE EU ACHEI??

Eu fiquei muito feliz por usar esse sabonete! Ele tem uma composição mais natural, ativos orgânicos, óleos essenciais e extratos maravilhosos, e é de uma empresa nacional, da região do Goiás. É gostoso valorizar o trabalho de empresas da região onde moramos, especialmente uma que tem valore interessantes para o Planeta e a sociedade.

Embalagem: A embalagem é de plástico reciclável, marrom escuro, com válcula pump  (rosqueada) na cor preta. O rótulo colado em papel fosco, é legível, com as principais informações do produto, algumas estão melhor descritas no site. Eu vou higienizar e guardar a embalagem para outros usos como armazenar misturas de hidratantes e/ou óleos vegetais que eu faço, misturas de óleo e gelatina para o cabelo, ou até mesmo para colocar o detergente na pia (basta tirar o rótulo e colocar uma etiqueta nova indicando o que eu coloquei dentro).

Produto: Líquido viscoso, amarelo e perolado. Ele rende bem, três ou quatro pumps e eu consigo tomar banho completo, incluindo o rosto. Ele durou pouco mais de um mês e substituiu a necessidade de uso de um sabonete facial, então achei o valor bem justo para um produto com composição marjoritariamente natural e com ativos orgânicos, e nacional. O aroma é bem herbal, com destaque para o Neem e os óleos essenciais de Menta e Capim Limão (Lemongrass).

Explico que, para quem não está acostumado com aromas naturais, é estranho o cheiro de um produto sem aromatizantes sintéticos. Para ter uma ideia, pegue um morango e cheire, e depois cheire um produto com “aroma de morango” (vale iogurte, cremes, balms, etc). Compare os dois cheiros e perceberá como os aromas são diferentes. Isso ocorre menos com aromas cítricos, e mais com os frutados. Alguns são irreconhecíveis: a lavanda dos produtos de limpeza é MUITO diferente do cheiro de lavanda real, da planta. Eu diria que é preciso se desintoxicar dos aromas sintéticos que são feitos para nos agradar, mas que não trazem beneficios emocionais e físicos, ao contrário de aromas naturais que atuam nos campos físicos e emocionais.

Resultados: Eu senti a pele realmente macia após o banho, sem ressecamento, higienizada e perfumada levemente. Infelizmente o cheiro não dura e cede ao primeiro creme que a gente passe. Em contato com a pele, esse sabonete causa uma leve refrescância, um “geladinho” leve, provavelmente efeito do óleo essencial de Menta, e é excelente para banhos diurnos. Pessoas mais sensíveis ou com dificuldade para dormir talvez não gostem do aroma a noite, pois ele é bem revigorante e quase estimulante. Sobre o efeito antisséptico percebi que me ajudou com as acnes da TPM, não tive nenhuma no meu último ciclo e costumo ter uma ou duas acnes na TPM. Precisaria usar por mais tempo para afirmar que seja o sabonete, mas como ele acabou e eu tenho outros dois aqui em casa que eu já tinha comprado para experimentar, não poderei afirmar com certeza, mas notei isso.

Programa Quadrinhos: 28 dias depois

Publicado em: julho de 2009
Editora: Boom! Studios
País: Estados Unidos da América
Categoria: Revista Periódica
Gênero: Terror
Status: Série completa
Número de páginas: 
Formato: Americano (17 x 26 cm) – Colorido/Lombada com grampos

Não foi lançada no Brasil ainda.

Baseado no grande sucesso do cinema 28 Days Later (no Brasil, Extermínio) e escrito pelo excelente Steve Niles, a primeira parte – Extermínio – nos narra os momentos iniciais do contágio e como se desenrolou a infestação em Londres e posteriormente em todo a Inglaterra. É terror, é suspense e… é de ZUMBIS.
Algumas pessoas fazem bobagens por fama, burrice ou curiosidade. Outras por redenção. No grupo que resolve voltar a Londres depois dos acontecimentos do último mês existe dos vários tipos. Acompanhe nossos “corajosos” aventureiros. É sobre eles a segunda parte da série…

Effaclar Concentrado, La Roche Posay

20181214_200830.jpg

Esse sabonete me acompanha há anos, desde sua versão anterior. Já testei vários outros, como os da Vichy, mas sempre acabo voltando para ele.

O QUE O PRODUTO PROMETE??
Fonte: 
Embalagem do produto e o site https://www.laroche-posay.com.br/

O Gel de Limpeza Facial Effaclar Concentrado de La Roche Posay desobstrui os poros profundamente e reduz a oleosidade de forma duradoura além de ter eficácia antiacne comprovada.

O Gel de Limpeza Facial Effaclar Concentrado possui uma fórmula concentrada que foi especialmente desenvolvida para peles brasileiras, com uma combinação única de Ácido Salicílico, Zinco e LHA®, uma nova geração de renovador celular. É indicado para peles mistas à oleosas e possui apresentação em gel.

A pele fica limpa, purificada e perfeitamente preparada para a aplicação de outros produtos. A oleosidade é controlada de forma duradoura. Reduz eficazmente os sinais de acne.

O Gel de Limpeza Desincrustante desobstrui os poros profundamente e reduz a oleosidade de forma duradoura além de ter eficácia antiacne comprovada. Não possui sabão em sua composição, e por conta disso, não irrita e não resseca a pele. Sua fórmula leve penetra facilmente na pele, limpando profundamente os poros. Deixando a pele limpa, e livre de oleosidade, e por consequência. diminuição considerável da acne. 
20181214_200750.jpg
Indicado: 
Para pele oleosa a acneica.

Benefícios:
• Limpa a pele com suavidade;
• Elimina o excesso de oleosidade;
• Fórmula de alta tolerância.

Modo de usar:
• Fazer espuma com as mãos previamente molhada. Aplicar no rosto úmido massageando suavemente. Enxaguar em seguida.
• Pode ser usado de manhã e à noite.

Tamanho: 150g
Preço: R$49,90

Aspectos importantes
Contém aromas artificiais?
Não
Contém corantes artificiais? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não informado
É orgânico?
Não
É vegano? Não informado
20181214_200629.jpg

Ingredientes 1

20181214_200620.jpg

Ingredientes 2

O QUE EU ACHEI??

Sobre a embalagem: A embalagem é bem pensada, em bisnaga de plástico, que permite o uso até o fim e permite dosar o produto que sai, e isso é importante pois ele é bem concentrado.. A textura da embalagem é meio “emborrachada” e de aparência fosca. Essa textura não escorrega se você estiver com a mão molhada (muito importante!), facilitando o uso. Ponto negativo para as letras que são bem pequenas e brancas, que em contraste com o azul da embalagem torna difícil ler os ingredientes.

Sobre o uso e o resultado: Ele limpa muito bem a pele, sem piorar a oleosidade com efeito rebote, algo comum em sabonetes faciais. Espuma razoavelmente e rende muito! Após o uso a sensação é de pele limpinha, mas sem estar áspera, ainda macia e suave ao toque. Alguns sabonetes (os que causam efeito rebote) retiram toda a oleosidade natural da pele, e deixam uma sensação de pele esticando e seca demais. Esse sabonete não nada isso e ajuda sim no controle da oleosidade, pois como ele atua de forma suave, a pele não produz mais óleo do que o normal.

Sabonete pode piorar muito a oleosidade ao causar efeito rebote, ou seja, ele limpa tanto que tira demais a oleosidade natural da pele, o que é encarado como uma agressão pela derme, que produz mais óleo para se proteger. Por isso é importante que sabonetes tirem a sujeira sem agredir e ressecar a pele oleosa, sob o risco de aumentar a produção de óleo.

A Karina Viega do Acorda Bonita tem um post (Sabonete Facial ideal para pele oleosa e acneica: como escolher) que explica bem a importância de escolher um bom sabonete facial para peles oleosas. Eu ainda não encontrei um sabonete facial natural e orgânico que me agrade, então ainda estou usando esse, mas a busca continua, pois minha meta é ter uma rotina de autocuidado toda natural, minimalista e, preferencialmente, orgânica.

 

Gelatina Salon Line Vai ter Volume Sim!

20181214_213044.jpg

O QUE O PRODUTO PROMETE??
Fonte: Embalagem do produto e o site https://salonline.com.br

Gel Mix que é perfeito para usar com finalizadores. Ele possui ativos mágicos que ajudam a ativar os cachos e doar MAIS Volume aos fios! Você é daquelas que adora fazer uma misturinha aqui, outra ali, pra passar no cabelo?! Então Vai amar esse Gel Mix que é perfeito para usar com finalizadores.

Diferencial

Ele possui ativos mágicos que ajudam a ativar os cachos e doar MAIS Volume aos fios! Um sucesso só! Uma misturinha mais que perfeita… Dos deuses! Você e seus cabelos literalmente nas alturas, e o melhor: sem aquele efeito umidificado! Uhuulll! Arrasamos demais né?! Obrigada! 😉

Nada de efeito oleoso e mais volume aos fios!

Indicação: Todas as cacheadas, de todas as curvaturas: 2ABC, 3ABC, 4ABC.

Ativos: Aloe Vera: Ajuda a definir os cachos. Colágeno:Retém a água e uniformiza as cutículas.

Sem Perfume: Assim sua misturinha fica só com cheiro do Creme para Pentear ou Ativador de Cachos que você adora!

Modo de usar: Com os cabelos limpos e úmidos, misture Gelatina Vai ter Volume sim com um dos nossos Cremes para Pentear ou Ativadores de Cachos.

Aplique mecha a mecha, uniformemente no comprimento e pontas, para deixar os cachos mais definidos, leves e sem frizz.

Bom saber: Produto liberado para a técnica de Low Poo.
Preço:  R$18,90

Ingredientes: Aqua, DMDM Hydantoin, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, Disodium EDTA, Carbomer, PPG-5-Ceteth-20, Glycerin, Thiethanolamine, Aloe Barbadensis Extract, Collagen, parfum, Benzykl Benzoate, Butylphenyl Methylpropional, Hydroxyisohexyl 3-Cyclohexenecarboxaldehyde, limoneme.

Aspectos importantes
Contém aromas artificiais? Sim
Contém corantes artificiais? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não informado
É orgânico? Não
É vegano? Não informado.
Livre de: sulfatos, parabenos, petrolatos, silicones.

20181214_213105.jpg

O QUE EU ACHEI??

Eu ganhei essa gelatina já no fim, pois queria experimentar. Uma amiga queria me convencer a usar gelatina, e eu não gostava pois todas que eu havia testado deixavam meu cabelo ressecado e com pontas espigadas. Foi minha primeira gelatina, e essa versão

Sobre a embalagem: é um pote transparente, com tampa rosa de rosquear e o rótulo grudado, de textura plastificada. É bem lisa, mas como não costumo usar com as mãos molhadas, acho prática. O rótulo é fácil de ler, com letras em bom tamanho. Enfim, uma embalagem simples e prática.

Sobre o produto: A gelatina é transparente, com textura levemente gosmenta e grudenta, e um cheirinho bem leve, que desaparece quando misturada. Eu testei ela de duas formas: com creme e com óleo. Para a mistura com creme de pentear eu usei o Milagre, da Lola. E gostei do resultado, meu cachos definiram mais do que quando eu usava só o creme. Mas não senti que aumentou o volume, estava ressecando as pontas, e ainda piorou meus dayafters, pois o cabelo no segundo dia estava seco e embaraçado.  Testei diferentes proporções de creme e após umas quinze lavagens eu acabei encostando essa gelatina por alguns meses, e voltei para a finalização apenas com creme de pentear.

Recentemente comprei o Óleo Multifuncional Morte Súbita, falei sobre ele aqui, e tive a ideia de misturar ele na gelatina, afinal eu costumo usar umas gotinhas de óleo nas pontas dos fios para evitar o ressecamento. Assim eu passei um pouco de creme de pentear no cabelo (menos do que quando vou usar apenas creme na finalização), e finalizei com a mistura meio a meio dessa gelatina e o Óleo Multifuncional Morte Súbita. E o resultado foi maravilhoso! Embora eu tenha continuado sem ver o volume prometido, eu consegui unir a fixação leve da gelatina, que garante day afters, sem ressecamento e pontinhas macias e curvadinhas, sem ficarem espigadas nem oleosas. Foi uma combinação que me fez terminar esse potinho e comprar outra gelatina, que estou usando.

Se eu não estivesse migrando para uma rotina de autocuidados mais natural, eu certamente compraria essa gelatina.

O que é o selo “Leaping Bunny”?

LeapingBunny.jpg

Selo oficial

O selo “Leaping Bunny” ou Coelho Saltitante, em português, é um selo internacionalmente reconhecido que garante aos consumidores que nenhum teste animal foi usado no desenvolvimento do produto que o receba. É concedido pelo Leaping Bunny Program da Cruelty Free International, um grupo de proteção e defesa animal, fundada em 1898 pelo escritor irlandês e sufragista Frances Power Cobbe, como a União Britânica para a Abolição da Vivissecção.

Esse selo indica que:

  1. a companhia e seus fornecedores não financiam testes em animais;
  2. a companhia aceita ser auditada pela CICC (Coalition for Consumer Information on Cosmetics – Coalizão para informações ao consumidor sobre cosméticos) grupo formado por oito grupos de proteção animal;
  3. a companhia paga para ter a licença de usar o selo.

Este selo não representa que o produto seja vegano. Falei sobre isso aqui.

The CCIC is made up of the following organizations: American Anti-Vivisection Society; Animal Alliance of Canada; Beauty Without Cruelty, USA; Doris Day Animal League; Humane Society of Canada; The Humane Society of the United States; and the New England Anti-Vivisection Society. CCIC’s international partner is the European Coalition to End Animal Experiments.

O CCIC é composto pelas seguintes organizações: American Anti-Vivisection Society; Aliança Animal do Canadá; Beleza sem Crueldade, EUA; Doris Day Animal League; Humane Society of Canada; A Humane Society dos Estados Unidos; e a New England Anti-Vivisection Society. O parceiro internacional da CCIC é a Coalizão Européia para Encerrar Experiências com Animais (tradução)

Foi o escritório brasileiro da Cruelty Free International, em parceria com nomes nacionais, que conseguiu aprovar a lei, em Junho de 2014, proibindo o teste de animais para ingredientes de cosméticos, higiene pessoal e produtos de limpeza em São Paulo e Mato Grosso. A Natura conquistou esse selo em 2018.

Fontes:

http://www.crueltyfreeinternational.org/
https://www.leapingbunny.org/content/leaping-bunny-logo

https://www.natura.com.br/blog/sustentabilidade/natura-conquista-o-selo-leaping-bunny-da-cruelty-free-international
http://aavs.org/news/coalition-consumer-information-cosmetics-leaping-bunny-marks-15-cruelty-free-years-cosmetic-personal-care-household-products/

 

Morte Súbita – Óleo Multifuncional Morte Súbita 

1

O que o produto promete?
Fonte: Embalagem do produto e o site http://lolacosmetics.com.br/

Suas propriedades suavizantes, hidratantes e remineralizantes ajudam a manter a saúde dos fios e a elasticidade natural da pele. Toque seco e rápida absorção. Com óleo de coco, oliva, rícino, patuá e girassol.

Rícino: Auxilia na nutrição e crescimento dos fios. Na pele é rapidamente absorvido, estimulando a produção de colágeno e pequenas rugas e estrias.
Patauá: Ajuda a hidratar, revitalizar e fortalecer a pele e os cabelos, mesmo aqueles quimicamente danificados pois protege os fios dos danos causados pelo calor excessivo da chapinha, secador e babyliss.
Girassol: Rico em vitamina E, combate os raios UV e previne o envelhecimento precoce da pele, além de auxiliar no processo de cicatrização.
Óleo de coco: Altamente nutritivo, possui propriedades antibacterianas que deixa a pele e os fios sedodos e com um brilho de cair o queixo.
Oliva: possui ação anti-inflamatória e ajuda na redução de acne e no combate à caspa.

Uso sugerido:
– Nos cabelos úmidos: aplique uma pequena quantidade e distribua pela extensão do cabelo, do meio para as pontas.
– Nos cabelos secos: distribua do meio pra as pontas para reparação de pontas e antifrizz. #ficaadica: adicione umas gotinhas na máscara ou condicionador para potencializar ainda mais seu efeito.
– No corpo: aplique na pele seca ou úmida, espalhando suavemente.

COMPOSIÇÃO:
Cocos Nucifera (Coconut) oil, Olea Europaea (olive) Fruit Oil, Ricinus Communis (Castor) Seed Oil, Oenocarpus Pataua Fruit Oil, Helianthus Annus Seed Oil, Caprylic/capric triglyceride, TBHQ, Phenoxyethanol (and) Caprylyl Glycol, Fragrance/parfum, Limonene, Linalool.

Quantidade: 100 mL
Preço: R$26,15 (R$0,36 por ml)

Aspectos importantes
Contém aromas artificiais?
Sim
Contém corantes artificiais? Não
Contém petroquímicos? Não
Contém transgênicos? Não
É orgânico?
Não
É vegano? Sim
Livre de: Corantes sintéticos, Ftalatos, OGMs, Silicone, Sal, parabenos, Óleo mineral, Parafina e derivados de animais.

O que eu achei?

Embalagem: Vidro transparente, com aparência resistente e tampa preta de rosquear. Gosto muito que a embalagem seja de vidro pois poderei reaproveitar, após higienizar. O rótulo é legível. 

Produto: Esse óleo multifuncional (eu amo produtos multifuncionais) é indicado para NO e, consequentemente, LOW POO e é vegano (vale ressaltar que todos produtos da marca são veganos). É um óleo com textura leve, transparente, que espalha fácil na pele e no cabelo. Lembra muito o óleo de coco na foma mais líquida. Mas ao contrário do óleo de coco que solidifica em temperaturas abaixo de 30º, esse óleo não muda de consistência. Ele é muito perfumado, certamente com aromas artificiais pois desconheço aromas naturais que perfumem dessa forma, mas como a marca não especifica a composição do perfume, não tem como ter certeza. Pessoalmente acho o aroma delicioso, mas muito forte. Esse é um problema que tenho com a marca: os produtos são bons mas com aromas fortes demais, já deixei de usar produto por causa disso (o Drama Queen de pimenta rosa é um exemplo).

Testei no cabelo úmido como leave-in e achei que pesou fácil os fios (meu cabelo fica entre um 2b – ondas – a 3b – cachos), não consegui achar a dose ideal entre pesar e não dar acabamento ao cabelo. Testei na máscara e não vi muita diferença, mas meu cabelo quase não requer nutrição pois ele não sofre químicas nem danos físicos severos (não faço chapinha nem escova, e meu cabelo seca ao natural). Não testei no cabelo seco pois não curto. E no corpo achei um pouco oleoso demais. Resultado, não curti esse óleo quando usado na forma como a marca recomenda.

Mas eu AMEI ele para misturar com a gelatina. As gelatinas normais ressecam muito meu cabelo, especialmente as pontas, mas ao misturar a gelatina com esse óleo (a proporção é de olho, mas fica em torno de meio a meio de cada), eu consigo o melhor dos dois mundos: uma fixação leve da gelatina, que garante day afters, sem ressecamento e com pontinhas macias e curvadinhas, sem ficarem espigadas nem oleosas. Uma misturinha perfeita no meu cabelo.

Também gostei muito de usar esse óleo misturado com o hidratante corporal nos dias mais secos, quando preciso dar um reforço na proteção da pele, especialmente pés e cotovelos, que são áreas bastante ressecadas em mim.

Mas honestamente o cheiro me incomoda, pois não curto esses cheiro tão artificiais, então não devo comprar de novo. talvez eu faça esse blend em casa mesmo, pois exceto o patauá e oliva, que eu não nunca usei (aceite eu só comi em salada até hoje), os outros eu já tenho, então creio que não seja difícil reproduzir a mistura de uma forma que me agrade mais, sem esse aroma tão forte.

20181213_072455.jpg