Arquivos

Leitura do Mês: Agosto/2017

Dossiê Super Interessante – 101 truques de cozinha: Fiquei animada com esse dossiê, pois gosto muito de ler esses truques de cozinha, mas confesso que a expectativa foi mais alta do que o dossiê entregou. As dicas mais úteis eu já conhecia da internet e até uso em casa, e outras são meio sem noção (quantas pessoas tem maçarico em casa?). Pelo título: truques de cozinha, eu esperava truques… de cozinha! Mas muitas dicas não são úteis para a cozinha, e sim para impressionar em festas, ou para viagens. Enfim, entre truques que eu já conhecia e os que eu descarto por serem gambiarras pra festas ou coisas que eu não faria (tipo gelar cerveja com extintor), a revista acabou sendo fraca e… dispensável.

1

Superinteressante – Agosto de 2017 (Edição 378): A reportagem de capa “Sapiens: Uma nova história da humanidade” foi muito boa, aprofundou na medida certa, com infográficos claros e bem feitos. A tabela periódica dos temperos foi um brinde extra super curioso. E a matéria “Por que o Brasil não deixa de ser pobre?” é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A. Fora as curiosidades como a história e morfologia do ornitorrinco e as divertidas respostas do Oráculo.

2

Mundo Estranho – Julho de 2017 (Edição 197): De longe o infográfico contendo as jornadas dos personagens de Game Of Thrones foi a melhor reportagem da revista (adoro infográficos). Mas fora isso, salvo descobrir que eu seria a Jean Grey nos X-Men e quantas aparições o Stan lee já fez em filmes, essa edição não me surpreendeu não. Não sou uma fã de Memes então li só para saber, mas não curti muito. Já li edições melhores.

 

O País das Mulheres – Gioconda Belli: Falei sobre este livro aqui.

Quem me roubou de mim? – Pe. Fábio de Melo: Falei sobre este livro aqui.

Sorria você já é feliz! – Ricardo Orester Forni: Falei sobre este livro aqui.

 

Fairy Tail (1 a 10) – Hiro Mashima: Em breve terá um Programa Quadrinhos onde falarei desse mangá maravilhoso. Eu acompanho a série ansiosa e agora o mangá.

Fun Home – Alison Bechdel: Em breve terá um Programa Quadrinhos onde falarei desse quadrinho, mas adianto que é excelente.

Hoje é o último dia do resto da sua vida – Ulli Lust: Em breve terá um Programa Quadrinhos onde falarei desse quadrinho.

Turma da Mônica Jovem : Esse mês a história traz uma reflexão interessante sobre perdão e como podemos ficar presos a sentimentos com ódio e rancor sem nem percebermos, e o quanto esses sentimentos nos prejudicam.

Chico Bento Moço – Mauricio de Souza: Nesse mês o Chico Bento vive uma história sobre os riscos de tomarmos decisões sem conhecer todos os fatos que envolvem a decisão.

Anúncios

Uma morte horrível – Pénélope Bagieu

Edson, obrigada por sempre me apresentar quadrinhos excelentes que eu jamais compraria por minha conta.

Esta semana tive o prazer de ler Uma Morte Horrível, de Pénélope Bagieu. A história é despretenciosa e fluida. E a arte é linda, com uma cartela de cores muito bem escolhidas para cada cenário. A história é uma comédia romântica recheada de ironia e com aquele toque francês que torna tudo mais charmoso e interessante.

Zoé é uma garota comum com uma namorado babaca, machista e desempregado. Trabalha como hostess em tempo integral, o que garante muito cansaço, estresse e uma boa dose de situações constrangedoras. Frustrada com a vida que leva, ela conhece Thomas, um escritor famoso, charmoso, e estranho, que está passando por uma crise de inspiração.

Enquanto ela é extrovertida e não saca nada do universo literário, ele é tímido e muito culto. Eles acabam se dando bem e embarcam em um relacionamento estável. Pelo menos até a chegada da editora de Thomas e a descoberta de segredos terríveis.

Chega em um momento em que tudo que se consegue dizer é: mas que porr@ é essa? Simplesmente surpreendente. Mas como diz o Edson: Leia sem folhear antes. O quadrinho é muito gráfico e folhear ele corta o barato.

uma-morte-horrivel

Sinopse: Zoé trabalha em excesso e ainda precisa suportar o namorado desempregado e grosseiro. Até que cruza o caminho de Thomas, um escritor de sucesso à procura de inspiração.

Nada intelectual, ela não sabe diferenciar Balzac de Batman, mas vai ter que ficar esperta… porque Thomas esconde um segredo que coloca Zoé no meio do que pode se tornar o escândalo literário do século.

De uma das quadrinistas mais conhecidas da França, Uma morte horrível é uma história de amor e ambição com uma heroína inesquecível.

mortehorrivel3

Quem também fala sobre este quadrinho: Isabela do Universo dos Leitores, a Isabelle Simões do Delirium Nerd, a Luciana do Garotas Geek e a Roberta do Minas Nerd.

E sim, é um morte horrível.