Fazendo as Pazes com o Corpo, por Daiana Garbin

Título: Fazendo as Pazes com o Corpo.
Autora: Daiana Garbin
Editora: Sextante
Edição: 1º
Ano: 2017
Páginas: 168

Link para o site oficial: http://fazendoaspazescomocorpo.com.br/ 

“A insatisfação com o corpo é muito comum. E, especialmente no caso das mulheres, é incentivada pelo mercado, pela mídia e até pelas próprias mulheres. Daiana resolveu falar sobre isso. E aí você pensa: Uau, que legal, ela está curada e vai me ensinar a me curar! Não. Ela vai oferecer algo muito melhor: a verdade.” – do prefácio de TIAGO LEIFERT

Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, desejava ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida.

Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer – sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade.

Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença.

Diagnosticada com transtorno alimentar, Daiana decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida.

Neste livro, ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com seu corpo e com a comida – os altos e baixos, o que deu certo e o que deu errado, as vezes que quis desistir e o momento em que percebeu que existia uma saída.

Trazendo entrevistas com nutricionistas, psicólogos e psiquiatras, Fazendo as pazes com o corpoprovoca uma necessária discussão sobre o perigo dos transtornos alimentares, o lado nocivo das redes sociais, o padrão de beleza irreal imposto pela mídia e o papel da autocompaixão no processo de cura.

Precisamos reaprender a ser amáveis com nós mesmas. Com frequência somos gentis com os outros e cruéis conosco. Quantas vezes você disse a outra pessoa como ela é linda? Por que não consegue dizer a si mesma que é bonita,competente, forte, inteligente, que é suficiente? Trate-se com carinho, com compaixão, gentileza, amor, paciência, delicadeza, generosidade. Você não trata as pessoas que ama dessa forma? Então por que se trata com ódio, impaciência, rigidez?
Você chamaria alguém de baleia, porca, gorda, preguiçosa, sem determinação, fracassada, incapaz de conter os próprios impulsos e se controlar? Teria coragem de fazer isso? Então por que faz com você?

O que eu achei deste livro:

Uma única obra e milhares de sentimentos e sensações, lembranças e projeções se fazem presentes. Me dei esse livro pois achei que iria encontrar respostas nele. Encontrei. Mas também encontrei perguntas. Muitas perguntas. E o bom das perguntas é que, se você não sufocá-las, elas te levarão para um caminho sem volta.

A autora, Daiana Garbin, tem um canal no Youtube, o EuVejo, que é um dos meus canais prediletos pois me faz bem. Mas ainda não tinha encarado o livro. Primeiro por que intuímos quando estamos ou não prontos para algo. Segundo, por que com a correria do doutorado, não tenho tido tempo de ler algo além de artigos. Mas como decidi que minha saúde mental era importante também, estou reservando um tempo para mim.

Pessoalmente, decidi que leria esse livro, antes de muitos outros que se encontram na minha estante, pois foi um dia especialmente ruim, piorado por uma TPM que sabia o dia certo para me deixar pior. Ele me ajudou a organizar muitos pensamentos horríveis que tive em relação a mim mesma. Então já começo muito grata, pois ele acalmou meu coração. E o mais importante, me conectou com outra história. Outra mulher. Que enfrenta o que eu enfrento. E através do livro, conversamos. E foi bom. Foi verdadeiro.

O livro divide-se em duas partes. Na primeira, Daiana relata sua jornada. Expõe suas dores e fragilidades. Vulnerabiliza-se para o olhar alheio, e me tocou muito essa coragem. Ela fala da construção da autoimagem, da relação doentia com a comida, sua obsessão por um corpo “perfeito”, a impossibilidade de alcançar esse corpo perfeito, independente do que se faça. Através dos relatos dela, me lembrei da minha própria história. De como essa  permanente insatisfação, essa permanente vergonha e sensação de fracasso nos rouba momentos e oportunidades da vida e passa a conduzir nossos passos e ações em prol de “quando ficarmos bonitas”, adiando a felicidade de viver o hoje.

Na segunda parte, Daiane continua sua jornada, agora compartilhada com todas nós. “Nossa Luta”. Ela inicia a desconstrução das crenças que a machucavam e aprisionavam. Uma jornada que continua. Nesse processo, ela fez o que fazemos quando precisamos enfrentar um desafio: estudou, buscou ajuda, perguntou, se frustrou e persiste até hoje enfrentando. Compreender o que acontece conosco exige esse aprendizado. Conhecer o inimigo, diriam os estrategistas. Identifica e compreender as pressões externas, essas garras invisíveis que se fincam em nossas almas e nos acorrentam a sentimentos horríveis sobre nós mesmos, como uma nuvem negra que nunca deixa o horizonte, numa ameaça permanente. Olhar com carinho, amor e firmeza, para nossos processos internos, como absorvemos o mundo, nossa relação com as pessoas.

Como disse Mônica Montone “Se o desafio de nossas mães e avós era queimar o sutiã em praça pública e exigir direitos iguais, o nosso, ao que tudo indica, é conseguir se amar, se aceitar e parar de se punir por não ter a imagem perfeita e plastificada das redes sociais.”

Queira ser você! Permita-se ser linda como você é. Queira ter a sua bunda, as suas pernas, o seu rosto e pare de pensar e verbalizar que eles são feios ou defeituosos. Sabe como vai aprender a gostar do seu corpo? Somente no momento em que aceitá-lo como ele é.

Veja o que outras pessoas acharam desse livro:

Anúncios

Espiritismo e Sexualidade, por Rino Curti

Desde o ano passado estou escrevendo algumas resenhas no blog do Grupo de Divulgação da Doutrina Espírita (GruDDE) e vou linkar aqui as resenhas que já foram publicadas lá (é só clicar no título que já abre a página da resenha).

  1. Paulo e Estevão – Francisco Cândido Xavier
  2. Espírito é Gente! – Prof. Inácio Ferreira
  3. Medo de Amar – Marcelo Cezar
  4. O que importa é o Amor – Marcelo Cézar
  5. O Amor é para os Fortes – Marcelo Cezar
  6. Cascata de Luz – Irene Pacheco Machado
  7. Espiritismo e Sexualidade – Rino Curti

Sorria: você já é feliz! – Ricardo Orestes Forni

Sorria

 

Título: Sorria: você já é feliz!
Autora: Ricardo Orestes Forni
Editora: EME
Páginas: 224
Edição: 1ª
SINOPSE:
A proposta deste livro é simples: mostrar ao leitor quantos motivos ele tem, nessa vida, para se sentir feliz.
Para tanto, Ricardo Orestes Forni reuniu diversos contos de sua autoria, mostrando ao leitor o quanto de felicidade podemos obter ainda aqui na Terra, valorizando as coisas simples e prestando atenção em tudo que sucede ao nosso redor.
Para enriquecer ainda mais a obra, o autor encaixa em seus contos páginas de consolo e inspiração trazidas por mentores espirituais que igualmente trabalham pela harmonia do planeta. E mais: finalizando cada capítulo, uma mensagem bem curtinha, mas de grande conteúdo moral para nossa reflexão e aprendizado.
Então, boa leitura, e… SORRIA, VOCÊ JÁ É FELIZ!’
O que eu achei deste livro:
A linguagem do livro é simples e bastante fácil de acompanhar, sem palavras nem construções estranhas. O autor compôs o livro no formato de pequenas histórias cotidianas onde o autor procurou demonstrar toda a felicidade que não conseguimos enxergar quando estamos reclamando. Essas histórias são intercaladas por reflexões e poemas.
O problema é que a estrutura utilizada pelo autor foi exatamente a mesma em todas as histórias: uma pessoa reclama e a outra apresenta a lição de moral “Sorria, você já é feliz!”. Exatamente essa frase em todas as histórias. E é sempre uma mulher que apresenta essa frase. Invariavelmente. Isso significa que, ao final da primeira história do livro, você já conhecerá todas as demais. Pois a estrutura será absurdamente a mesma em todos os casos o que torna o livro cansativo sempre que chega em uma história. É uma intensa vontade de pular os capítulos das histórias.
Mas o maior pecado desse livro é a falta de qualquer coisa que marque nossa alma, que nos faça lembrar da lição, da fala, do personagem, de qualquer coisa. Para mim acabou sendo um livro que eu li e… conclui que não precisava ter lido. A título na capa basta pelo livro todo e dispensa a leitura dele.
Não gostei e não recomendaria a nenhum amigo, infelizmente.

Apocalipse Z: O Princípio do Fim


Autor: Manel Loureiro

Gênero: Ficção, Sobrenatural.

Preço: R$39,90.

 

SINOPSE:

O que você faria se, um belo dia, ao acordar, descobrisse que a humanidade está caindo aos pedaços?

Nesta obra, em uma pequena cidade espanhola, um jovem advogado leva uma vida tranquila e rotineira. Um dia, porém, começa a ouvir notícias sobre um incidente médico ocorrido em um país remoto do Cáucaso. Apesar de aparentemente corriqueiras, as notícias chamam tanto sua atenção que ele resolve registrar suas impressões em um blog. Aos poucos, o que eram apenas acontecimentos incomuns ocorridos em um país distante começam a se espalhar por toda a Europa. 
Em menos tempo do que poderia supor, o terror se instala. Ruas, bairros e cidades inteiras são tomados por criaturas com um comportamento assustador. Sem nunca ter visto nada parecido e completamente vidrado pela notícia, ele mal se dá conta de que, enquanto acompanha o desenrolar dos fatos de sua casa, a cidade onde mora também está sendo invadida por aquelas bizarras criaturas. 
Isolado, apenas com seu gato Lúculo e um vizinho, só lhe resta criar uma estratégia de fuga até conseguir encontrar outros sobreviventes. Entretanto, ao conseguir refúgio, ele logo descobrirá que a guerra está apenas começando.
Minha opinião:
Eu ADORO Zumbis. Adoro esse tema. Sou muito fã. Assisto qualquer filme, leio qualquer livro que tenha esse tema. Seja tipo A, B, C ou Z! Então já adianto que minha opinião pode ser meio… apaixonada sobre o tema! Eu descobri esse livro em minhas pesquisas na net e fui correndo atrás de um para chamar de meu. Descobri que era uma trilogia e, como hábito esperei o lançamento de todos antes de começar a ler. Se começar antes morro de ansiedade! Acabei comprando meus exemplares num golpe de sorte no Sebinho aqui em Brasília e devorei eles em dois dias! Sim eu li os 3 livros em 2 dias. Mal dormia para terminar cada capítulo, cada frase, cada livro.
O autor com certeza estudou as teorias de apocalipse zumbi, analisou as mais viáveis, colocou toques de drama e personalidade e voilá: Apocalipse Z! E o gato é uma sutileza a parte, afinal quem diria que um gato estaria na lista de sobreviventes ao apocalipse? O livro é bem denso, a narrativa é envolvente, a imaginação voa e você consegue imaginar cada cena, cada passo. O personagem é sortudo, mas qualquer sobrevivente é sortudo. Sorte maior que sobreviver? A idéia central do livro já foi bem explorada por filmes, mas nenhuma com essa profundidade. 
Minha dica: corre em um Sebinho, livraria, sei lá. Compra e vai ler. Mesmo minha Mama que não curte zumbis gostou do livro pois ele tem drama, ficção científica, aventura, ação e romance. Tudo junto e misturado a sangue. 

Vampire Academy: Last Sacrifice.

Autor: Richelle Mead
Gênero: Ficção, Sobrenatural.
Preço: R$39,90.

SINOPSE:
Assassinato. Amor. Traição. Ciúmes e um último sacrifício…
Agora é a vida ou a morte para Rose Hathaway.
Ela está indo a julgamento por supostamente ter assassinado a Rainha Tatiana e as chances não são nadas boas. Existe um inimigo entre eles que foi o responsável pela morte da rainha, agora Rose terá que lutar por sua vida, e deverá procurar o meio-irmão de Lissa para que possa colocar sua melhor amiga no Conselho e rogar por inocência, mas vai conseguir? “O amor acaba, o meu acabou”, essa frase destruiu Rose de muitas maneiras, mas não completamente. Dimitri pode ainda ter sentimentos por ela, mas ele terá que se perdoar a si mesmo, o que ele não está disposto a fazer, não ainda, e Rose sabe disso.
Agora Rose terá que fazer um último sacrifício para salvar os outros e a si mesma, e talvez ela consiga o final feliz que ela sempre quis, ou talvez não. Tudo vai depender do tempo e de suas acções, qualquer coisa errada pode significar a morte para ela e o tempo está correndo até o julgamento.
Minha opinião:
Ler esse livro é como assistir um filme de ação que não para. Mas que você entende cada etapa e passo que acontece. Você simplesmente não quer parar. Dimitri não a ama mais. Ela está presa acusada de assassinar a Rainha moroi Tatiana, um crime cuja sentença é a morte. E pela primeira vez, é a Lissa quem vai batalhar para salvar a Rose… Enquanto concorre para Rainha!  Esse livro não me surpreendeu, exceto por um único fator que eu não vou falar para não acabar com a emoção de quem for ler. Mas quem ler vai entender que algo  muda entre a Lissa e a Rose, e muda tudo! Mas o resto foi bem previsível, mas não menos empolgante, pois a narrativa da Richelle é maravilhosa. Muito dinâmica. Recomendo muito a série e, embora recomende a leitura dos livros na ordem, nada impede que se leia eles de forma independente. Exceto pelos dois últimos que são quase um só devido ás conexões que realizam.
Outro fator excelente é que o final não é de contos de fadas, e nos deixam alguns pontos de início para outros livros. Afinal, quando uma nova magia (re)aparece, uma rainha morre e um milagre é feito, duas vezes (dois strigoi são curados nessa série!), não se pode imaginar que tudo são flores, e que nenhum dano colateral ficou. Será que a autora aproveitará esse link?

Vampire Academy: Spirit Bound


Autor: Richelle Mead.
Gênero: Ficção, Sobrenatural.
Preço: R$39,90.

SINOPSE:
Dimitri deu a Rose a escolha definitiva. Mas ela escolheu errado…
Depois de uma longa jornada de quebrar o coração até a cidade natal de Dimitri na Sibéria, Rose Hathaway finalmente retornou a St. Vladimir – e para sua melhor amiga, Lissa. A formatura está próxima, e as garotas mal podem esperar para suas verdadeiras vidas, além dos portões de ferro da Academia, começar. Mas O coração de Rose doí por Dimitri, e ela sabe que ele está láfora, em algum lugar. 
Ela falhou de matar ele quando teve a chance. E agora seus piores medos estão prestes a se tornar realidade – Dimitri provou o sangue dela, e agora ele a está caçando. Só que dessa vez, ele não descansara até que Rose se junte a ele… para sempre.

Minha opinião:
Nossa é um livro mais tenso que o outro! Nossa! E esse é muito, muito bom! Eu não conseguia parar de ler, comecei ler a tarde e não parei até de madrugada. Cada passo era uma tensão. Gente eu gosto tanto do Adrian, embora ele seja viciado. Mas ele é sempre tão, tão apaixonado!!! E honesto, e gostoso!!!! E o Dimitri, como pode ser tão… Mau!?! Sério, ele ser strigoi faz meu coração sangrar em companhia com o da Rose. E a Lissa, tem gente que não gosta dela, mas eu gosto. Acho ela muito interessante e inteligente. E a Rose está com o coração ferido, e isso não impede ela de ser fodástica. Sério, a garota é durona. Não é a toa que é filha de quem é.
Tirar grande vilão da prisão mais segura do mundo Moroi? Feito.
Namorar o sobrinho predileto da Rainha Moroi, contra todas as previsões? Feito.
Ter uma mãe e um pai fodões? Feito.
Matar um monte de strigoi? Feito.
Descobrir Alquimistas e convencer um a gostar de você, mesmo com ele pensando que você é um demônio vindo diretamente do inferno? Feito.
Descobrir como salvar a alma de um strigoi, que por sinal é o amor da sua vida? Feito.
Se formar com louvor (ao menos nas áreas importantes de guardiã) na Academia? Feito.
É, essa é a Rose. Missão impossível e insana é com ela mesma, mas apenas por que ela não tem medo de lutar pelo que acredita e acha que é certo. Esse livro termina nos fazendo correr para ler o próximo. Sorte minha que eu só leio séries que já tenham sido publicadas por inteiro no Brasil. Ou não conseguiria lidar com a ansiedade. Falta apenas um livro para a conclusão desse arco.
Pois depois temos Bloodline, que são as histórias de Vampire Academy, mas sob a ótica de outros personagens, como o Adrian e a Sidney.

Vampire Academy: Blood Promise


Autor: Richelle Mead.
Editora: Ficção, Sobrenatural.
Preço: R$39,90.

SINOPSE:
A saga continua e uma vez mais o amor tem de superar todas as dificuldades. A vida de Rose Hathaway nunca mais será a mesma… O recente ataque à Academia São Vladimir devastou por completo o mundo dos Moroi. Muitos morreram e os poucos que foram levados com vida pelos Strigoi esperam um destino ainda pior… Porém, apenas uma vítima importa: Dimitri Belikov.
Rose vai ter de escolher entre cumprir a sua promessa e proteger Lissa – a sua melhor amiga e a última das princesas Dragomir – ou abandonar a Academia e dar caça ao homem que ama. Deverá Rose ir até ao fim do mundo para encontrar Dimitri e cumprir a promessa que ele lhe suplicou que fizesse? Terá ela força para destruir Dimitri ou irá sacrificar-se pela oportunidade de um amor eterno?

Minha Opinião:
Caramba. O que você faria se o amor da sua vida, fosse transformada naquilo que ele se especializou a vida toda para matar? E se você tivesse prometido que iria caçá-lo e matá-lo caso ele se transformasse? Mas e se isso for de encontro à outra promessa? A de proteger sua melhor amiga? Com as respostas para essas perguntas queimando seu coração e alma que Rose segue para a Rússia, em sua primeira aventura solo, uma caçada suicida onde ela entenderá o verdadeiro significado de família e amor. Entenderá que nem toda promessa é fácil de ser cumprida, mas algumas são especialmente difíceis. Esse é o livro mais tenso e obscuro da série. Mas também é um dos mais ricos quando se trata da personagem Rose. Ela amadurece de uma forma que apenas a vida é capaz de fazer, mas não sem traumas no caminho.