Arquivos

Alergias cosméticas

Até os 27 anos eu sofri com espinhas no rosto e no corpo que não respondiam a nenhum tratamento convencional. De produtos caros a baratos, de produtos naturais a manipulados, eu experimentei um bocado e todos falharam miseravelmente. Nada resolvia aquelas espinhas internas e doloridas.

Um belo dia, resolvi ir a um alergista para entender minha intolerância à lactose. Motivo: eu sabia que era intolerante à lactose, mas após minha primeira viagem internacional, para Buenos Aires, sua linda! Eu estranhei pois os produtos com lactose lá não me faziam mal como aqui. Por exemplo, um copo de leite no Brasil me leva ao inferno da indigestão e do trono por horas. Com direito a muita cólica e dor de cabeça. Mas o mesmo copo lá, não me fez mal. Tá, rolou uma colica leve, mas não foi o inferno que rola aqui.

O alergista me recomendou realizar dois exames que testam diversas alergias alimentares e cosméticas. No teste eu descobri que sou alérgica a Sulfato de Níquel, Amerchol L-101 e Perfume Mix. Dessas, o Perfume Mix é o que mais me afeta pois é ele o responsável por minhas espinhas. E ele exigiu muitas mudanças em minha vida. A principal delas: ler rótulos obsessivamente procurando os componentes aos quais sou alérgica. Outra mudança significativa foi ter que dar adeus a TODOS os cosméticos e perfumes que eu tinha e usava na época do exame.

Pensando na enorme dificuldade que eu tive de encontrar produtos que se adequassem às minhas necessidade pensei em começar a relatar aqui minha experiência com produtos que usei e não sou alérgica ou intolerante. E dar dicas amigas.

Ah! Sobre o leite! O alergista me explicou que a qualidade do leite brasileiro é bem ruim, e que muitas pessoas tem problemas com leite devido à essa baixa qualidade. Basta ver que na lista de ingredientes do seu

Anúncios