Programa Quadrinhos: Lua do Lobo

 

Publicado em: outubro de 2017
Editora: Panini
Licenciador: DC (Vertigo)
Categoria: Edição Especial
Gênero: Terror
Status: Edição única
Número de páginas: 164
Formato: Americano (17 x 26 cm) – Colorido/Lombada quadrada
Preço de capa: R$ 23,90
Arco: Lua do Lobo – Parte 1
Roteiro: Cullen Bunn
Arte: Jeremy Haun
Cores: Lee Loughridge
Letrista: Daniel de Rosa
Tradutor: Érico Assis
Editor original: Shelly Bond – ‘Roeberg’

Sinopse: Qualquer que seja o nome, a fera que surge sob a lua cheia e mata sem piedade rendeu mitos e lendas por séculos. Alguns pensam que é uma maldição. Outros dizem que é uma doença. A verdade é ainda mais terrível. O Lobo é um espírito que passa de uma pessoa a outra. É uma possessão que sequestra o corpo do hospedeiro e o faz matar todos a quem ama. E então abandona o corpo, deixando a vítima transtornada por tudo que fez.
Muitos não conseguem conviver com a culpa. Outros são mais fortes. Alguns se tornam caçadores dedicados a perseguir o monstro que acabou com seu mundo. Dillon Chase é um deles. E a busca por vingança do Lobo está prestes a revelar horrores que ele mal pode imaginar. Porque Dillon não é o único caçador por aí – e o Lobo não é o único predador.

Publicada originalmente em Wolf Moon n° 1/2015 – DC (Vertigo)
Qualquer que seja o nome, a fera que surge sob a lua cheia e mata sem piedade rendeu mitos e lendas por séculos. O Lobo é um espírito que passa de uma pessoa a outra. É uma possessão que sequestra o corpo do hospedeiro e o faz matar todos a quem ama. Muitos não conseguem conviver com a culpa. Outros são mais fortes. Dillon Chase é um deles. E a busca por vingança do Lobo está prestes a revelar horrores que ele mal pode imaginar.

Título original: “Of Wolf and Man”.

 

Programa Quadrinhos: Dora

Publicado em: setembro de 2016
Editora: Mino
Licenciador: Bianca Pinheiro
Categoria: Edição Especial
Gênero: Terror
Status: Edição única
Número de páginas: 132
Formato: (15,5 x 22,5 cm)
Preto e branco/Lombada quadrada

Preço de capa: R$ 37,00
Roteiro: Bianca Pinheiro
Arte: Bianca Pinheiro 

Sinopse: Dora nasceu diferente das outras crianças. Ela não chora. Desde pequena, tragédias acontecem à sua volta e, enquanto cresce, tudo fica pior. Quinze pessoas estão mortas. De quem é a culpa?

Bianca Pinheiro, em sua primeira graphic novel, narra do ponto de vista da mãe a história de uma menina silenciosa e de olhar estranho.

A Bianca Pinheiro entende que, para o tipo de terror que ela faz, quanto menos você entregar o jogo, mais envolto no mistério o leitor fica”, Paulo Cecconi (Balbúrdia) Segundo a mãe de Dora, na maternidade sua filha já expressava em seus olhos uma certeza que a acompanharia por toda a vida: “Ela nos olhava como se soubesse que precisava fugir”.
Os anos passaram, Dora sumiu e agora a mãe da garota precisa justificar a um detetive as 15 mortes atribuídas à filha.
As 128 páginas em preto e branco produzidas pela quadrinista Bianca Pinheiro para o álbum Dora retornam às livrarias pela editora Mino. Publicada em 2014 via financiamento coletivo na internet e esgotada logo em seguida, a HQ ganha nova capa e apresenta ao mundo uma história macabra produzida por uma das autoras de quadrinhos mais versáteis de sua geração. Dividida em 10 capítulos, a HQ acompanha em flashback a infância de sua protagonista.
Os leitores são apresentados à sua dificuldade de se relacionar com os colegas na escola, o medo que os vizinhos sentem dela e os vários incidentes que culminam nos eventos trágicos investigados pela polícia. A primeira tiragem do quadrinho chamou atenção da crítica especializada.
Em resenha publicada no site Universo HQ, o jornalista Marcelo Naranjo escreveu: “Se os quadrinhos de terror são tradição longíqua da HQ nacional, impressiona uma estreia no gênero no qual se fuja dos principais clichês, atingindo em cheio o que deveria ser o mote de qualquer obra que se dispõe a entreter: contar uma boa história. Parece fácil? Não é”.
O trabalho de Bianca Pinheiro em Dora também impressiona pelo contraste com seus títulos mais famosos. É uma proposta antagônica aos ares infantis da série Bear (Nemo) e do mais recente volume da coleção Graphic MSP, Mônica: Força (Panini). O tom sombrio do quadrinho relançado pela Mino tem diálogo explícito com o clássico Carrie, a Estranha do escritor Stephen King. O crítico do site Balbúrdia, Paulo Cecconi, ressaltou o principal atributo da HQ: “A Bianca entende que, para o tipo de terror que ela faz, quanto menos você entregar o jogo, mais envolto no mistério o leitor fica. É o tipo de coisa que faz muita gente gritar: ‘Eu não entendi isso, cadê a explicação?’, mas, a verdade é que não há necessidade. Tudo o que você precisa saber está bem ali”.

Programa Quadrinhos: Manga of the Dead

Publicado em: dezembro de 2013
Editora: JBC
Licenciador: Takeshobo
Categoria: Edição Especial
Gênero: Mangá
Status: Edição única
Número de páginas: 240
Formato: (14 x 21 cm)
Preto e branco/Lombada quadrada

Preço de capa: R$ 19,90

Desde o morto-vivo clássico das obras do diretor George A. Romero, criador de filmes como “A noite dos mortos Vivos” (1968) e “O despertar dos Mortos” (1978), o fenômeno zumbi vem se firmando na cultura pop. Com o passar do tempo mitologia dos mortos-vivos foi evoluindo, e se espalhou pelas mais diversas mídias.

Manga of the Dead é um apanhado de oito histórias curtas, em estilo mangá, em estilos diferentes que vão desde George Romero até visões folclóricas.

1. And I Love Her / E eu a amo – Katsuya Terada
2. Dead and Fail to Die / Morto que falhou em morrer – Kino Hitoshi
3. Shitai to Kurasu na Kodomotachi / Crianças! Não vivam com cadáveres! – Sachiko Uguisu
4. Zombie / Zumbi – Toranosuke Shimada
5. Shiryou no Mori / O campo das almas mortas – Masaya Hokazono
6. Shonen Zombie – Shinichi Hiromoto
7. Fight of the Living Dead / Luta dos Mortos-vivos – Tomohiro Koizumi
8. Yuki Youkai Ningen Organogel / Homem solvente orgânico: Organogel – Atsushi Fukao

Programa Quadrinhos: Saga

Publicado desde: novembro de 2014
Editora: Devir
Licenciador: Image Comics
Categoria: Álbum de Luxo
Gênero: Ficcão Científica
Status: Em circulação
Número de páginas: 168
Formato: (18,5 x 27 cm) – Colorido/Capa dura
Preço de capa: R$ 59,90
Roteiro: Brian K. Vaughan
Arte: Fiona Staples
Letrista: Miguel Loureiro
Tradutor: Marco Antônio Maia de Souza – ‘Marquito Maia’ 

Sinopse: Alana e Marko, dois soldados em lados opostos numa longa e devastadora guerra intergaláctica, se apaixonam e lutam para garantir que Hazel, sua filha recém-nascida, continue viva. Mas isso não será nada fácil.

SAGA é uma história em quadrinhos no melhor estilo space opera e com um toque de fantasia criada e escrita por Brian K. Vaughan e ilustrada por Fiona Staples. Publicada originalmente como uma revista mensal pela Image Comics, a série é fortemente influenciada por Star Wars, Flash Gordon e em ideias concebidas pelo próprio Vaughan quando ainda era criança (o autor revelou que a base da história foi criada durante as aulas de Matemática, que ele odiava!).

Frequentemente descrita pela crítica especializada como um “encontro entre Star Wars e A Guerra dos Tronos”, SAGA nos conta a história de Alana e Marko, dois soldados em lados opostos numa longa e devastadora guerra intergaláctica que se apaixonam e lutam para garantir que Hazel, sua filha recém-nascida, continue viva. Mas é claro que isso não será nada fácil… Curiosamente, a história é narrada pelo bebê!

Programa Quadrinhos: The Walking Dead. Arco: Segurança atrás das Grades.

twd


Publicado em: 
outubro de 2012
Editora: Hq Maniacs Editora
Licenciador: Image Comics
Categoria: Revista Periódica
Gênero: Terror
Status: Título encerrado
Número de páginas: 32
Formato: Americano (17 x 26 cm)
Preto e branco/Lombada com grampos

Preço de capa: R$ 3,90

Sinopse: O pequeno grupo liderado pelo policial Rick Grimes finalmente encontra um lugar seguro – uma prisão de segurança máxima. As grades que mantinham criminosos fora do convívio da sociedade agora servirão de abrigo para alguns dos últimos sobreviventes de um mundo tomado por zumbis. Entretanto, o novo lar apresenta desafios para seus novos moradores. Antes de se estabelecer, o bando precisa limpar a prisão, livrando-se dos mortos-vivos que infestam o local.

Programa Quadrinhos: Azul é a cor mais quente

 

O Programa Quadrinhos é apresentado toda quarta-feira onde nunca começa ás 11h e nunca termina ás 12h em ponto e reprisado no sábado onde nunca começa ás 22h e nunca termina ás 23h em ponto, na rádio Utopia FM, 98,1, radio comunitário de Planaltina-DF.

azul

Publicado em: novembro de 2013
Editora: Martins Fontes
Licenciador: Glénat Éditions
Categoria: Edição Especial
Gênero: Europeu
Status: Edição única
Número de páginas: 160
Formato: (17 x 26 cm) – Colorido/Lombada quadrada
Preço de capa: R$ 39,90
Roteiro: Julie Maroh
Arte: Julie Maroh
Arte-Final: Julie Maroh
Cores: Julie Maroh
Letrista: Marcela Badolatto
Tradutor: Marcelo Mori 

O livro conta a história de Clementine, uma jovem de 15 anos que descobre o amor ao conhecer Emma, uma garota de cabelos azuis. Através de textos do diário de Clementine, o leitor acompanha o primeiro encontro das duas e caminha entre as descobertas, tristezas e maravilhas que essa relação pode trazer.

Programa Quadrinhos: Império dos Mortos – Primeiro e Segundo Ato

imperio dos mortos primeiro ato

Mais um Programa Quadrinhos com o Edson Wilson.

Império dos Mortos – Primeiro Ato

Publicado em: dezembro de 2015
Editora: Panini
Licenciador: Marvel Comics
Categoria: Edição Especial
Gênero: Terror
Status: Título encerrado
Número de páginas: 128
Formato: Americano (17 x 26 cm) – Colorido/Lombada quadrada
Preço de capa: R$ 19,90
Roteiro: George Romero
Arte: Alex Maleev
Cores: Matthew ‘Matt’ Hollingsworth
Letrista: Germana Viana
Tradutor: Levi Trindade
Editor original: Axel AlonsoBill Rosemann

Sinopse: Bem-vindo a Nova York! Passaram-se cinco anos desde o aparecimento dos primeiros zumbis, mas a Grande Maçã parece ter absorvido bem o golpe. Enquanto o prefeito Chandrake mantém as ruas seguras graças a uma feroz política militarista, os cidadãos se divertem assistindo aos confrontos entre desmortos que se realizam no Central Park. É uma pena, porém, que os mortos-vivos não são os únicos monstros que infestam a metrópole.

imperio dos mortos segundo ato

Império dos Mortos – Segundo Ato

Publicado em: novembro de 2016
Editora: Panini
Licenciador: Marvel Comics
Categoria: Edição Especial
Gênero: Terror
Status: Título encerrado
Número de páginas: 112
Formato: Americano (17 x 26 cm) – Colorido/Lombada quadrada
Preço de capa: R$ 19,90
Personagens: Paul BarnumBill ChandrakePrefeito ChandrakeFrances XavierPenny JonesZanzibarDixie
Roteiro: George Romero
Desenho: Dalibor Talajic
Arte-Final: Rick MagyarGoran SudžukaDalibor Talajic
Cores: Rain Beredo
Letrista: Germana Viana
Tradutor: Hector Lima
Editor original: Axel Alonso

Sinopse: Agora são zumbis contra vampiros contra uma milícia invasora, na trama criada pelo lendário George Romero, com arte de Dalibor Talajic.

Seja bem-vindo de volta a uma Nova York muito diferente, uma que ainda está se aguentando anos depois de uma praga de zumbis que alterou o mundo. Os mortos-vivos são usados para entreter os humanos na arena, enquanto vampiros governam a cidade!
No entanto, forças externas estão às portas de Manhattan e a morte desce dos céus! Qual é a nova ameaça à Grande Maçã?

E o que é pior para os poucos moradores normais remanescentes: os zumbis que parecem estar ficando mais inteligentes a cada dia, os vampiros que estão lutando para permanecer no controle, ou o recém-chegado exército sulista, prestes a pilhar a maior metrópole do mundo?

O que eu achei?

Essa trama integra muito bem a evolução que George Romero estava dando aos zumbis em seus filmes. Desde flashes de consciência até capacidade de planejamento. Aqui nesse quadrinho, vemos os zumbis no auge da capacidade intelectual demonstrada ao longo dos filmes do mestre do terror zumbi. E colocar vampiros no meio da jogada, com suas tramas de poder e tentando sobreviver ao mesmo tempo que garantir a sobrevivência do seu “alimento” os humanos, sem revelar quem são, foi um aspecto muito interessante.

Programa Quadrinhos é apresentado toda quarta-feira onde nunca começa ás 11h e nunca termina ás 12h em ponto e reprisado no sábado onde nunca começa ás 22h e nunca termina ás 23h em ponto, na rádio Utopia FM, 98,1, radio comunitário de Planaltina-DF.