Um instante por favor

[Foto por: Autor Desconhecido]

Hoje minha mente fugiu pela janela da sala de aula…

Num instante a excitação de pensar absurdos tomou conta de mim. Gosto da voz do professor. Ponto de partido perfeito para qualquer criação de minha fértil imaginação.
Do Professor tomei o corpo e a alma. Da aula de DC deixei tudo prá trás. Dele carreguei tudo comigo. Sua boca em minha boca me fez ofegar. Tentei disfarçar mas já era tarde, minha imaginação já começava a se revoltar. Meu corpo e minha mente gostam dessas brincadeiras de imaginar… Seios, pernas, braços, ventres, costas, cabelo, mãos e pés, tudo já se entrelaçava ali, na sala, dentro de mim.
Minha vontade era pedir um instante, por favor. Alguns minutinhos a sós com o professor. Apenas para memorizar aqueles detalhes que me fugiram ao criar seu clone dentro de mim. Mas o tempo acabou. A aula terminou. E eu nem vi a aula, nem terminei o que minha mente começou. Saí insatisfeita, com a aula, com o professor e com minha mente traiçoeira.