[Livro] A Língua de Eulália – Marcos Bagno

Autor:Marcos Bagno
Páginas: 218
Editora: Contexto
Gênero: Lingüística, Português.
Por que leu este livro?
Eu o ganhei de uma amiga, a Débora, pois ela sabia que eu tinha adorado um outro livro do mesmo autor: Preconceito Lingüístico.
O livro é sobre…
Preconceito Lingüístico e sua influência da e na escola. Pois a “nossa tradição educacional sempre negou a existência de uma pluralidade de normas lingüísticas dentro do universo da língua portuguesa; a própria escola não reconhece que a norma padrão culta é apenas uma das muitas variedades possíveis no uso do português e rejeita de forma intolerante qualquer manifestação lingüística diferente, tratando muitas vezes os alunos como “deficientes lingüísticos”. Marcos Bagno argumenta que falar diferente não é falar errado e o que pode parecer erro no português não-padrão tem uma explicação lógica, científica (lingüística, histórica, sociológica, psicológica). Para explicar essa problemática, o autor reúne então n’A LÍNGUA DE EULÁLIA as universitárias Vera, Sílvia e a esperta Emília, que vão passar as férias na chácara da professora Irene. Sempre muito dedicada, Irene se reúne todos os dias com as três professoras do curso primário, transformando suas férias numa espécie de atualização pedagógica, em que as “alunas” reciclam seus conhecimentos lingüísticos. Mais do que isso, Irene acaba criando um apoio para que as “meninas” passem a encarar de uma nova maneira as variedades não-padrão da língua portuguesa. A novela flui em diálogos deliciosamente informativos. A LÍNGUA DE EULÁLIA trata a sociolingüística como ela deve ser tratada: com seriedade, mas sem sisudez.” Sinopse do livro, que realmente retrata sobre o que o livro fala. Por isso aproveitei…
Pontos fracos?
Por ser uma novela, vários aspectos que poderiam ser aprofundados, não foram. Deixaram a desejar. Além do mais, quem já leu Preconceito Lingüístico pode passar por esse livro sem entender que o foco deste não era trazer novos exemplos de preconceitos lingüísticos, mas alertar para o nosso sistema educacional, que reforça preconceitos existentes.
O que achou mais interessante?
Esse livro expande o universo do Preconceito Lingüístico, incluindo profissionais de psicologia, pedagogia, comunicação, RP, etc, dentro do mesmo barco. Todos nós fomos educados pelo mesmo sistema, e carregamos os mesmos preconceitos. Portanto é dever de todos nós buscarmos mudar essa realidade, mas sem achismos. è essencial que a mudança do sistema seja baseada nas pesquisas científicas, em experiências vencedoras, etc.
Para quem recomenda?
Para todo brasileiro, especialmente aos educadores e pais.
Que nota você dá?
8,00. Poderia ter focado mais o sistema educacional.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s