Palestrar

Falar em público não é algo fácil de ser feito.

Os anos passam, e o frio na barriga continua. O nervoso não cede.

O medo de dar branco, trocar falas, nomes, etc, é rotineiro. E nesse caso a rotina não te torna mais calmo, ao contrário. A pressão aumenta proporcionalmente, afinal você passa a ser “experiente”.

Minha experiência como palestrante (incluo aqui os anos de apresentações escolares) sempre foi muito positiva pois sou extremamente comunicativa. Não costumo ter tabus, e nunca perdi o norte em uma palestra. A experiência do teatro ajuda muito no branco (é, ele acontece sim), improviso com base no que sei. Mas sem preparação, acredite: dá muito branco e você fica sem ter a mínima idéia de como improvisar.

Hoje presenciei uma cena cômica: Uma defesa de tese em que o cara ficou lá , gaguejando, mudo, no branco… Era um tal de ééééééé huummmm errrrrrr Beemmmmm…

Veneno a parte, isso me lembrou de deixar umas dicas pro momento palestrar que todos vivemos uma vez na vida.

  1. Prepare-se. Sério. Estude o assunto, leia bastante.
  2. Prepare um roteiro da palestra. Mas nada de texto, quem está falando não tem tempo de ler. Escreva títulos. Por exemplo: 1- O que é o amor? 2- Diferença entre AMOR e PAIXÃO.
  3. Se for usar apresentações use o mínimo de palavras (é melhor evitar usar frases) e a regra “O menos é mais” é de ouro.
  4. Treine, ensaie. Seja para o cachorro, periquito, espelho, peixinho, irmão, tio, amigo ou platéia imaginária. Ensaie. Ajuda a superar o nervosismo. E cogite perguntas.
  5. E chegue ao local com antecedência. Assim você se habitua ao ambiente.

Esse é o roteiro básico de qualquer apreentação. O resto é confeti. E muito pessoal. Cada palestrante tem seu jeito, seu estilo.
Anúncios

2 pensamentos sobre “Palestrar

  1. Ótimas dicas. No final, a experiência FAZ O PALESTRANTE. Ele JÁ ESTÁ preparado para possíveis questionamentos e SABE como deve conduzir uma PALESTRA.Na minha graduação foi fácil apresentar o trabalho, pois escolhi algo que TINHA DOMÍNIO para falar – E isso DEVE ser o grande TRUNFO do palestrante…Beijo,Zin

  2. querida .. na apresentacao da minha monografia eu ensaiei tanto mas tantomas nao adiantou nadafui super bem …mas na hora mudei tudo hahahahaboa sorte pra vc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s