Arquivo | dezembro 2008

O Poder de um Sorriso

[Pessoas não são perfeitas – exceto quando sorriem]

Já percebeu o poder de um sorriso?
É simplesmente a coisa mais incrível que eu conheço!
Sério!

Quando você chega em um local sorrindo, mesmo que seja um sorriso tímido, as pessoas logo te notam, logo se aproximam. Logo simpatizam com você. Quem sorri tem mais amigos!

Sorrir de maneira delicada em entrevistas elevam suas chances de ser contratado. Não é mostrar os dentes (isso pode ser assustador!), nem pra ser debochado. É aquele sorriso gostoso, de quem está feliz. E para isso basta puxar na memória boas lembranças… O sorriso ideal acompanha esseas lembranças.

Sorrir na paquera é muito mais sedutor que caras e bocas que, pessoalmente viram motivos de piadas com todo mundo que conheço. Nada mais charmoso que um sorriso. Dá logo vontade de saber porque aquela pessoa é tão alto astral, de bem com a vida.

Dizem que sorrir, ainda que de maneira forçada, libera endorfinas (o hormônio do prazer). E isso faz um bem danado! Deve ser por isso que sempre que a gente dá aquele sorriso sem “Colgate” logo a gente cai na gargalhada…

Sorrir nos torna mais felizes, pis atraimos mais gente feliz. E se tem uma coisa que quando divida se multiplica é a felicidade.

Sorrir previne cáries. Sério! Sorrir estimula as glândulas salivares que produzem mais saliva e limpam a boca!

Sorrir te torna popular. É. Você se torna rapidinho referência como alguém que é feliz. Porque ninguém olha para alguém que está sorrindo e pensa: “Que pessoa chata!” ou “Tem jeito de antipática..”.

Sorrir te faz mais bonito. Olhe um rosto sorrindo e o mesmo rosto sério. Você vai perceber rapidinho que pessoas que sorriem são mais bonitas, iluminadas até!

Sorrir é um exercício diário. Pessoas tristes não sorriem pois ssó veêm coisas ruins no mundo. Pessoas felizes sorriem porque dão mais importância às coisas boas.

Até mesmo em momentos tristes como o desencarne de alguém, um sorriso sincero, acompanhado de um abraço, é mais útil que lágrimas. Pois quando se perde alguém, precisamos de forças que nos impulsionem para cima, e não para baixo!

Então vamos sorrir, pois sorrisos não tem contra-indicação e fazem um bem danado de bão sô!

Calendário Romano

Li na Superinteressante (ed260) deste mês sobre o Calendário Romano, um calendário com fotos de padres que vivem no Vaticano. E tenho que admitir que há padres que, indo contra a fé deles, dá vontade de virar uma diabinha só prá tentá-los…

Barbie e a Canção de Natal

Acho que nunca falei aqui da minha paixão por desenhos animados. Pois é, vou falar agora. Sou completamente apaixonada por desenhos animados. Aliás, qualquer pessoa que entre em meu quarto jamais vai imaginar que uma jovem de 23 anos habita ele. Pois há ursinhos de pelúcia, todas as tomadas são de biscuit de flores e borboletas (outra paixão), e uma estante enorme onde desenhos animados são imperadores absolutos (exceto pelos filmes de terror trash, mas isso é outra história)… O fato é que só imponho uma condição para acrescentar um ao meu gigantesco arquivo pessoal: que ele contenha uma mensagem nobre, que nos faça refletir, e transmita a quem assiste uma mensagem positiva. Ponto final.

Bem, aos que nunca assistiram, os desenhos da Barbie são todos assim, bem anos 90, quando todo desenho que a gente assistia, tinha uma mensagem e/ou lição de moral. O que é bem raro nos desenhos que as crianças assistem atualmente, onde brigas, safanões, egoismo e mentiras fazem a pessoas se dar bem e o bonzinho só se fode. Mas fica pra outro post essa minha crítica ao mercado de desenhos animados.

E sim, eu sei que Barbie é o simbolo imortal da beleza anoréxica e impossível de se atingir, totalmente européia, diga-se de passagem. Mas isso também é assunto para outro post (vou começar a escrevê-los assim que terminar este…).

Quanto ao desenho do título do post, assisti ele sábado, pela primeira vez. Aliás, sábado é prato cheio para conhecer novos desenhos que carreguem mensagens interessantes. E meu comentário é: lindo! Com uma mensagem fantástica sobre o egoismo. Ou as consequencias nefastas deste. Realmente é ótimo para se assistir com os filhos, sobrinhos, netos, etc, (no meu caso primo beeeeem mais novo), e conversar sobre ele depois, reduzindo a importância daquela beleza anoréxica da Barbie e seus personagens de plástico, e realçando a importância da caridade, da fraternidade, da amizade.

Vai abaixo a sinopse do desenho. Vale a pena!

SINOPSE
Barbie™ em Cântico de Natal é uma adaptação reconfortante do conto clássico de Dickens recheada com apreciados Cânticos de Natal, um fantástico guarda-roupa e muitas gargalhadas! A história apresenta Barbie™ como Eden Starling™, a glamorosa diva cantora de um teatro da Londres Vitoriana. Juntamente com o seu gato altivo, Chuzzlewit, Eden planeia manter todos os artistas a ensaiar no teatro durante o dia de Natal, de uma forma egoísta! Nem mesmo a sua costureira e amiga de infância, Catherine, consegue dissuadir Eden da sua birra egocênctrica. Cabe a três invulgares espíritos de Natal conduzirem Eden numa fantástica viagem natalícia que irá abrir o seu coração ao espírito da época e à felicidade de dar. Barbie™ em Cântico de Natal é uma das escolhas da família para apreciar a cada época festiva.

Meme – 101 coisas sobre mim…

[Eu simplesmente amo pérolas!]

Vi esse Meme no blog do Olavo, e claro, fanática por Memes, eu copiei na cara dura!

001- Não conheço pessoalmente a cidade onde nasci;

002- Nasci sob o signo de Virgem;

003- Ascendente em Capricórnio;

004- Lua em Touro;

005- Sempre fui bastante quieta e reservada;

006- E nunca aceitei bem ordens. Já apanhei da Mama por ser tão questionadora;

007- Adoro auxiliar qualquer pessoa, em qualquer situação;

008- Fui apelidada de bruxinha pelos fatos místicos que sempre me acompanharam;

009- AMO pérolas. Meu colar de pérolas (falsas, óbvio!) é quase um uniforme. Os brincos que o acompanham também!

010- Sim eu sou vaidosa. E não aparesça em minha casa sem avisar> vai achar que entrou an casa de uma mendiga;

011- Nunca me senti completamente parte de nada, sempre me senti estranha;

012- Sou honesta demais, franca demais, direta demais;

013- Tímida a primeira vista;

014- Comunicativa quando me familiarizo com o ambiente;

015- Tenho vários estilos, mas meu predileto são os clássicos, calça social preta ou marrom (aquele marrom terra, não aquela coisa apagada…), camisa social branca com manga 3/4, escarpin baixo, em cores sóvrias, lenço amarrado no pescoço, pérolas… E é praticamente impossível me ver em estampas! Mas não estranhe se eu aparecer meio hippie, ok? Adoro saias indianas, camisetes básicas, com colar de madeira e brincos de pena.

016- Mestruei aos 5 anos e 8 meses, e minha mãe, obviamente, ficou louca com essa situação, pois ninguém conseguia explicar o que acontecia;

017- Acharam que eu tinha envelhecimento precoce ou progeria (na época muitos casos estavam sendo mostrados na televisão);

018- Depois descobriram que era puberdade precoce verdadeira e nunca conheci ninguém que passou por isso, o que acredito, me faria ter um sentimento de normalidade maior;

019- Era um saco e eu usava absorvente que minha mãe fazia com algodão e gazes… Pensa na chatice de usar aquilo;

020- Me decepcionei demais quando descobri que meu pai era alcóolatra. Ainda me sinto culpada por não ter sentido tanto o desencarne dele;

021- Fui eleita representante de classe pela primeira vez na 5ª série;

022- Sou do tipo que jamais vai contar um segredo seu. mas não espere que eu seja sua confidente. Pois em minha vida, ou todo mundo sabe, ou ninguém vai saber. Nem mesmo minha mãe e irmão. Só euzinha. Portanto se disserem que contei um segredomeu, mentira, se você não sabe, ninguém mais sabe.

023- Entrei no pré com 5 anos e tive meu primeiro namoradinho nessa época;

024- Sou Espírita Kardecista e praticante;

025- Fui reprovada, injustamente, em história na 6ª série. E provei que a professora tinha errado. Ela me odeia;

026- Sei cantar todo o Hino Nacional, e com orgulho! Me lembro de, toda sexta-feira, entre a 2ª e 6ª série, ir para o pátio da escola junto com todos os alunos e cantar o Hino enquanto a Bandeira era hasteada… Parei quando vim para Brasília, engraçado, né? Não me lembro de ter cantado o hino em situações oficiais nenhuma vez desde que mudei para cá;

027- Me mudei para Brasília, BSB para quem mora aqui, com 13 anos. Odiei a distância dessa cidade;

028- Me acostumei com coordenadas no lugar de endereços com nomes, ruas e avenidas, e quadras gigantes (e olha que eu não moro no Parkway…)

029- Sempre tenho um MP3 pois fico 1h30 no ônibus;

030- Não gosto de dirigir;

031- Nunca fumei maconha, mas já fiquei em roda de amigos drogados;

032- Já fui roqueira;

033- Patricinha;

034- Fake de Spice Girl;

035- Fâ de Backstreet Boys (todo mundo carrega uma mancha no histórico…);

036- E de RBD (eu carrego duas… kkkkkkkkk);

037- Já pintei a unha com mistura de base e tinta de caneta;

038- E me arrependi horrores, pois a manha não sai, não importa o que você faça. O jeito é deixar a unha crescer;

039- Nunca quebrei, torci, trinquei nenhum osso do meu corpo;

040- Adoro salada de agrião temperada com limão, azeite e sal. me lembra minha infância;

041- Adoro pão com azeite e sal, e uma tacinha de vinho tinto suave para acompanhar. Herança portuguesa;

042- Sou fanática em Malzebier e Smirnoff Ice;

043- Adoro batidas sem álcool;

044- Consumo bebidas alcóolicas, em média, 1 vez por mês;

045- Tomo suco de laranja natural diariamente;

046- Canto e danço sozinha em casa, como se fosse popstar (lindo de ver!);

047- Tive uma infância cruel de acordo com os especialistas e psicólogos de hoje, mas amei cada instante dela, mesmo sendo obrigada a lavar louça, banheiro, área, arrumar a cama, a casa, encerar e dar brilho no chão (com esfregão, please!), e ainda tinha que fazer dever de casa, ir bem na escola e ufa! Passar de ano! (Olha que coisa cruel!);

048- Sou cheia de cicatrizes por quedas de árvore, muros, bicicletas e etc;

049- Raramente fico doente (acho que meu sistema imunológico é o Macgyver! Se vira com qualquer coisa!);

050- Fiquei chocada quando descobri que 3 amigas de quem gostava muito já tinham feito aborto. Infelizmente descobri que isso é muito comum… Não me acostumo com a idéia;

051- Nunca briguei na escola, nem fora dela;

052- Sou extremamente pacífica;

053- Tinha um prefessor que só ia bêbado pra dar aula. E tinha dó dele, pois me lembrava meu pai;

054- Tenho 4 irmãos, mas só convivo com 1;

055- Sou conhecida por ser a pessoa mais tranquila que qualquer vai conhecer. Se eu não gostar de algo, vou falar assim que tiver uma oportunidade de estar sozinha com você, mas vou falar;

056- Dizem que meu rosto é uma placa de neon de minhas emoções. Quem diz isso não tem idéia de quem eu sou;

057- Brigue comigo, me xingue, me ofenda. Realmente nunca conseguiram me ofender dessa maneira, pois a opinião alheia só consegue me ofender quando parte de quem eu amo. E nesses casos eu dialogo e exponho minha ofensa. Mas cuidado quando for falar da minha familia. Posso revelar um lado bem crítico e agressivo quando envolvem os dois!

058- Sou palestrante motivacional. Minha meta é levar motivação em viver bem e feliz para as pessoas. Mostrar a elas mesmas são suas únicas necessidades e razões de serem felizes. Qualquer outra coisa é supérflua;

059- Sou voluntária denunciando sites dedicados à pedofilia;

060- Tive amnésica pós-traumática e não sei o que foi pior: lembrar ou não lembrar;

061- Já fui Evangelizadora de crianças, jovens e adultos;

062- Mas sou apaixonada pela Evangelização Juvenil;

063- Já sofri assédio sexual e me arrependo por nunca ter denunciado;

064- Tudo que faço dou meu melhor, gosto de ser a melhor no que faço. Perfeccionista, será?

065- Sou do tipo apaixonado pela vida, cada instante é um prazer. Resultado do suporte emocional que existe em minha familia. Sempre apoiamos uns aos outros em qualquer situação.

066- Só me apaixonei 3 vezes em minha vida;

067- Só tive 3 namorados;

068- E não tenho o hábito de ficar. Tenho coisa demais para fazer para gastar meu tempo com isso.

069- Ainda sou virgem. E gosto de ser. Sou tranquila, e quero sexo quando rolar com tranquilidade, sem pressão;

070- Mas de maneira esdrúxula, sou conselheira sexual de várias amigas… Pior é que as dicas dão certo e revolucionam a vida sexual delas prá melhor! kkkkkkkkk;

071- Sim, eu quero fazer sexo anal e menage a trois;

072- Não sou um tipo ciumento, mas não desperte minha ira. Lembre-se que quando a terra se mexe, causa terremotos. E eu sou Terra, astrologicamente e na prática.

073- Sou estável. Muito. O mesmo não vale para minhas emoções, que são intensas e assustadoras. Mesmo quando você presenciá-las sendo exposta, tenha certeza que essa é só a pontinha do iceberg;

074- Não queira discutir comigo. Eu não discuto. Nunca. Dialogue, ok?

075- Não dou dinheiro para ninguém. Mas dou comida e curso profissionalizante se a pessoa quiser. Dinheiro não. Sou murrinha nesse aspecto;

076- Só saio do meu ninho se seu convite valer a pena. Acredite, se estou fora de casa contigo, é sinal que gosto muito de ti! Congratule-se, você faz parte dos 20% que conseguem esse feito!

077- Fiquei dos 18 aos 21 para em casa. Estudando para o vestibular da UnB. E quando entrei abandonei o curso em 1 anos e meio. Me apaixonei pelo curso de Secretariado Executivo. A 3ª profissão que mais cresce no mundo, pela pesquisa da UNESCO em 2007;

078- Sou Secretaria Executiva, adoro minha profissão!

079- Vou fazer pós graduação em Gestão pública. Ou em Educação Superior. Acho que os dois.

080- Sou ótima aluna, adoro aprender, conversar com professores, me atualizar. Mas não sou nem um pouco frequente. Sempre uso meus 25% de faltas. Sempre;

081- Tenho 3 amigas que amo demais! Cada uma em um estágio de amizade. As 3 são anjos em minha vida. O incrível é que nenhuma cnhece a outra!

082- Odeio MSN. Sério! Odeio! Tenho um de enfeite, para dizer que tenho, e só.

083- Sou portadora da Síndrome de Ovários Policísticos, o que me causa excesso de hormônio masculino.

084- Quero adotar 1 criança.

085- Meu maior medo é minha Mama ou Gatão (meu irmão) morrerem. Sou espírita, acredito em vida após a morte, e não tenho medo de morrer. Mas eles? Morro de saudades sempre que viajo. Não gosto nem de pensar;

086- Meu pai morreu ano passado, mas quase não senti, pois ele só foi pai biológico, nunca agiu como tal;

087- Me acho linda e gostosa. E adoro me masturbar.

088- Adoro falar Puta que Pariu e Porra. Mas minha Mama odeia, e meu Gatão acha feio, então… Evito falar perto deles;

089- Meu primeiro emprego foi na Caixa, como estagiária. Não poderia ter sido melhor. Pessoas maravilhosas. Treinamentos fantásticos. Profissionais extraordinários! Um presente de Deus em minha vida!

090- Só sai de lá para meu primeiro emprego na carteira, indicada pelo pessoal lá da Caixa, onde era secretaria estagiária. Agora sou Secretária na carteira galera. Olha que lindo! E o lugar é show!

091- Pretendo tirar minha CHN agora em janeiro;

092- Sou concurseira como todo brasiliense;

093- Minha Mama é minha heroína e meu irmão meu herói. Ele nunca perderão esse lugar cativo. Conselheiros, amigos, companheiros. Sim, nossa familia causa inveja, nossa união e cumplicidade chamam atenção, nossa felicidade inspira outros. Somos abençoados por Deus;

094- Já fiz cirurgia de apendicite;

095- Vou colocar aparelho nos dentes;

096- Adoro falar em público, sou adepta da Terapia do Abraço no ambiente de trabalho, e amo dançar!

097- Jogo Xadrez bem, Dama mais ou menos, Canastra muito bem, Truco muito mal, e sou fã da jogatina familiar!

098- Adoro ler (revistas, jornais, blogues, HQ) e ver filmes (qualquer um!).

099- Chocólatra! Especialmente se tiverem castanhas no referido chocolate! Até criei um petit Gateau com amendoas! Culpa da minha paixão!

100- Sempre parto do princípio que as pessoas são honestas comigo. Isso não me faz uma boba que acredita em qualquer um, mas alguém sempre predisposta a acreditar em você;

101- Admito que esse foi o Meme que levou mais tempo para ser respondido!!! 2 horas!!!

[Livro] Cuidado, Escola! – Vários Autores

Cuidado, Escola!

Desigualdade, domesticação e algumas saídas

O livro aborda o sistema educacional predominante no mundo moderno. Faz uma análise crítica da educação desde sua origem até sua sistematização e o surgimento do sistema. Ele aborda a crise escolar, a origem da escola como conhecemos, as desigualdes sociais e culturais que envolvem o desenvolvimento e aprendizagem, alternativas pedagógicas, etc. Mas aviso que este livro não é indicado para espíritos fracos, muito menos para os amantes do “antigamente é que era bom”, nem para pessoas conformistas.
Recomendo muito para
ais, pessoas que estão na escola, professores e futuros professores. Ou qualquer pessoa que queira conhecer um pouco mais da história e dos mecanismos do sistema educacional.

Plus do Livro:
Cedo ou tarde todos pisamos na escola, ou não. E esse livro fala de ambos. Dos que pisaram, dos que sequer se aproximaram, dos que caminharam por anos na escola, os que abandonaram ela logo, logo… É um livro com uma crítica muito interessante. Pois atinge nosso sistema educacional, os docentes, diretores, os alunos, os pais, a história da educação. Tudo numa linguagem tão simples e divertida, clara, concisa. É fantástico pois nos leva a refletir em muitos aspectos, muitas travas, muitas histórias que presenciamos em nossa jornada pela educação.

Pedofilia

Espero, honestamente, que ninguém chegue ao meu blog buscando pedofilia. Pois não me basta ser contra, luto ativamente contra esse crime hediondo.

De acordo com nossa querida Wiki, pedofilia é:

(também chamada de paedophilia erotica ou pedosexualidade) é a perversão sexual, na qual a atração sexual de um indivíduo adulto está dirigida primariamente para crianças pré-púberes ou não. A palavra pedofilia vem do grego παιδοφιλια < παις (que significa “criança”) e φιλια ( ‘amizade’; ‘afinidade’; ‘amor’, ‘afeição’, ‘atração’; ‘atração ou afinidade patológica por’; ‘tendência patológica’ – segundo oDicionário Aurélio).

No site ABC da Saúde Pedofilia tem os seguintes sinônimos:

abuso de menores, incesto, molestação de menores

Pior é que esse crime, antes tabu em nossa sociedade é extremamente comum. Estima-se que 1 a cada 10 mulheres sofreram esse crime. E uma mínima parcela denunciou… E estamos falando de dados não-oficiais! Há ainda os homens (que estão fora dessa estatística) e aqueles que sofreram de amnésia pós-traumática.
Há outro agravante terrível a esse crime: a confiança! A vítima desse crime sexual, psicológico e moral, confia no abusador, pois em 75% dos casos ele é alguém conhecido, principalmente parentes. A confusão que se forma na cabeça da criança é terrível! Pois alguém em quem ela confia e ama, faz mal a ela.
E quando alguém da familia acusa a criança de ser culpada do crime? De ser ela quem seduziu o agressor? Estou sonhando? Não, essa é uma realidade triste, que eu mesma visualizei diversas vezes no trabalho de palestras educativas sobre sexualidade. Pedofilia é um crime contra menores de 14 anos. E não é a toa não! Nunca, em nenhuma hipótese a criança seduz, provoca, etc.

Sinais de perigo:

  • torna-se retraída e isola-se das outras crianças.
  • dificuldades no relacionamento,
  • presenta repentina mudança de humor,
  • instabilidade afetiva (é mais agressiva, apresenta depressão, angústia ou apatia),
  • mudança repentina de comportamento,
  • medo de pessoas estranhas,
  • queda no rendimento escolar, devido à dificuldade de concentração,
  • medo de sair de casa.

“Se a criança não falar, através de palavras, ela vai denunciar que está sendo agredida nas brincadeiras, na convivência, enfim, no agir”

Consequencias mais comuns:

  • Sentimento de Culpa;
  • Sensação de que se está quebrado, sujo, impuro, incompleto;
  • Fobias (de público, do sexo oposto, do mesmo sexo, de ambientes específicos, de escuro…);
  • Agressividade;
  • Pesadelos;
  • Medo constante e indefinido;
  • Relacionamentos extremos (medo de se relacionar, abstinência, obssessão, compulsão sexual);
  • Visão do sexo como algo sujo, imundo, proibido;
  • Auto-estima extremamente baixa;
  • Depressão
  • Sensação de estar “marcado”;
  • Sensação de não-merecimento;
  • Tentativa de suicídio;
  • Tem muito mais… Liam mais nos sites do fim do post.

E quanto mais tempo dura o abuso, mais difícil é o tratamento psicológico. Mais profundamente arraigado estará os traumas que, invariavelmente, a criança encontrará.

E também de acordo com a Wikipédia:

Dos 13% de casos envolvendo abuso sexual a pesquisa demonstrou que: a) A idade da vítima: 2 a 5 anos – 49%, 6 a 10 anos – 33% b) 80% das vítimas tinham sexo feminino c) 90% dos agressores eram do sexo masculino
O adulto que comete violência sexual sempre pede para a criança guardar segredo sobre o que aconteceu usando diversas formas de pressão. É muito comum a criança se sentir culpada e até merecedora da violência em si, haja visto ela não ter estrutura mental suficiente para explicar tal ato cometido contra si. Aliado ao sentimento de culpa, a pressão psicológica exercida pelo perpetrador, o próprio laço de afeição entre estes (não se esqueçam que normalmente o abuso ocorre entre familiares).

Por que a pedofilia é um crime contra menores de 14 anos?

Primeiro porque toda criança, sem exceção, menor de 14 anos não tem estrutura física para qualquer tipo de relação sexual. Forçar uma relação dessa, ainda que o pedófilo diga que teve consentimento da vítima, resultará em danos físicos, ferimentos, etc.

Segundo porque toda criança, sem exceção, menor de 14 anos não tem estrutura mental para qualquer tipo de relação sexual. Ela não possui os moldes psicológicos essenciais para o envolvimento sexual. E mesmo que o pedófilo diga que obteve consentimento da vítima, ela não compreende todas as nunces do que é dito, falado ou insinuado.

E a vítima nunca provocará um adulto. O que pode acontecer é uma repetição, cópia do comportamento que ela observa à sua volta. Ela dará beijinhos na boca porque todos acham “bonitinho” ela dar beijinhos, e o pedófilo se aproveitará disso. Ela vai dançar músicas sensuais, pois essa música é comum, todos dançam, e quando ela dança todos acham “lindinho”. E por aí vai. A criança cresce sendo estimulada sexualmente, cresce sendo estimulada a namorar, como se namorar fosse motivo de ser feliz; fica infeliz quando está sem namorado (a), pois aprende que quem vive só é infeliz; uqer começar a namorar cedo, pois todos estimulam, acham “bonitinho”, engraçadinho, quando ela namora.
Enfim, a criança está cheia de minhcoas na cabeça, que acompanham ela a vida toda se ela não for esclarecida, e internalizar esse conhecimento.

Aos Pais:

Falem com seus filhos sobre sexualidade, leiam, pesquisem e expliquem. Não tenham medo de conversar. Se tiverem dúvidas ou não souberem como falar, levem ao psicólogo, falem com a professora. Vão ao posto de saúde e perguntem como falar com seus filhos. Sigam a lei universal: O menos é mais. Simples assim.

Aos internautas:

Apoiem a causa contra a pedofilia, denunciem se encontrarem algum site pedófilo!
Denúncia
No blog Brasil Contra a Pedofilia encontrei uma excelente descrição sobre como denunciar:

Quem suspeita de que uma criança ou adolescente está sendo vítima de violência doméstica pode fazer a denúncia no Conselho Tutelar ou no Ministério Público.

Outra opção é ligar para o Disque-Denúncia da Polícia Civil (0800-79-0147) ou para o disque 100. A ligação é gratuita e de abrangência nacional. O horário de funcionamento é das 8h às 22h, todos os dias da semana, inclusive feriados.

Sites, Artigos e Blogues interessantes:

http://webinsider.uol.com.br/index.php/2008/11/19/pedofilia/
Campanha Nacional de Campanha contra a Pedofilia

Procuradoria do DF
http://www.agenciadenoticias.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=19272