Precisava tanto te dizer…


Que és especial demais!

Precisava tanto dizer,

Que te sinto tão em mim.

Que já tentei te esquecer,

Mas não consegui, não fui capaz.


Que existem pessoas que nos marcam,
Profundamente…

Que nos fazem feliz, só por existirem.

Por vezes, quando estou sozinha

Corro estradas sem fim sem tempo para chegar


A lado algum, deixo-me ir…somente,


E tu estás sempre presente


No meu pensamento, no peito, no sangue que me pulsa


Forte…, bem forte nas veias.

Tenho medo,

Que não saiba como fazer, para não te machucar


Para não me machucar,


Para que fique em nós, sempre


O que de melhor sabemos dar, partilhar e sentimos.



O teu receio afasta-me,

O teu medo, trava todo o meu desejo


De te dizer…em palavras, o que realmente sinto por ti.

És uma luz que me ilumina

Nas trevas que me rodeiam


Nos medos que me sufocam


Nas incertezas que me destabilizam.



Como poderei algum dia explicar-te,

Que és…a parte doce deste sonho pesadelo


De acreditar que te tenho em mim, ainda que nunca possas ser meu?!




Como é bom, beijar-te

Como me sinto segura quando me abraças…

Fazes com que esqueça toda a tormenta,

Que é um dia ter que acordar deste meu sonho.

[autor desconhecido]

Pequena dose de poesia

[Sou nova demais para velhos vícios]
June A

Hoje eu não descanço em paz, porque o que sai de dentro não deixa.
São dores, cores, sabores e sons.
Tenho medo dos fantasmas do pensamento
Tenho raiva dos perigos da alma
Tenho responsabilidades inadiáveis
Tenho loucuras intermináveis
Tenho dor, cor, sabor e som que não são meus
Tenho , tenho, tenho…..
Sou assim, sou assado
Posso e não posso
Quero e preciso
Serena e neurótica
Ridícula e bela
Observadora e altista
Consciente e inconseqüente
Insegura e convicta
Comum e imprevisível
Água e fogo num corpo só
Machuco e curo
Rio chorando
choro sorrindo
E tenho o maior coração do mundo
Irremediável e indiagnosticavel
Amável e odiável
Assim desse jeito mesmo
E daquele outro
Contraditória…
Sim! Eu reparo na maneira como você usa os talheres!!!
E por favor, nao palite os dentes na minha frente.
Eu adoro sinceridades
Mas odeio o peso dela sobre meus ombros
Se a mentira fere
A verdade mata
Eu abomino falsidades
Mas amo o conforto que elas trazem
Uma vez precisei lembrar de uma mentira
Não pude…..
Ela já tinha se tornado verdade!
Por isso escrevo, porque o dia que não o fizer, serei pleno e
nesse instante de momento da existência,
saberei que escrever não será mais preciso.
Os passarinhos continuam cantando,
Apesar dos pesares.

Putz!



[Porque será que sempre se faz papel de idiota uma vez na vida?]

June A



Sinceramente….Minhas condolências.

Péssimo hábito de se antecipar.

Impulsividade….O pior dos castigos que alguém pode ter.

Porque castigo?

Porque paga-se um preço por:

Agir sem Pensar.

Nem que esse seja cobrado pela consciência.

O que dizer?

PACIÊNCIA! ( rimou… que brega!)

Sofrer desse mal, um monte de gente sofre…

Vistam-se.

Acho que hoje, a carapuça serve pra todo mundo!

Chega……………………………………..Tchau.

P.S : Ando com umas idéias revolucionárias na caixinha.

Aliás… faz tempo que elas me importunam…..

Sempre tenho que ficar dando ouvidos as vozes da minha Persona.

Hoje eu quero ela muda.

Silêncio!

Como vivemos

Com o tempo e o amadurecimento,
percebemos que demos valor demais
para coisas que não tinham tanto valor.
E, vamos percebendo as que realmente são valiosas,
sentimentos, pessoas, objetos da nossa vida,
que vão se firmando em nossa história.

Pena que, para muitas coisas,
ainda precisamos perdê-las para dar
o devido valor, sentir na ausência,
a falta que nos fazem.

Assim, na cadeia ou no cativeiro,
valorizamos ainda mais a liberdade,
no relacionamento que terminou,
a saudade inexplicável de quem se foi.
na longa viagem ou no exílio,
a lembrança das coisas simples de onde viemos,
depois de formados e diplomados,
a lembrança dos colegas, professores e da própria escola.
na morte de alguém,
a sensação de que faltou um contato maior,
e as vezes, a impressão de que falta um pedaço de nós mesmos.

Valorize o simples!
Nos relacionamentos, seja a companhia sincera,
seja intenso, viva cada momento com atenção,
não deixe as coisas pela metade,
nem as frases de amor,
nem as palavras mais duras que precisam ser ditas.
Não aceite “meia vida”, viva por inteiro,
pois na escala do tempo, no relógio da vida,
não importa quanto tempo nós vivemos,
mas como vivemos os nossos dias sob o sol.


Paulo Roberto Gaefke

E se o amor nunca acontecer?

[E se eu for muito estranha? Fria? Esquisita? Será que nunca vou me apaixonar loucamente? Será que um dia vou encontrar Ele? Será? E se?]
June A
E se você jamais encontrar alguém por quem se apaixone perdidamente?
Sei lá, mas acho que só de imaginar este tipo de situação já deve ter dado aquela sacudida no coração.
Afinal, para você, como para zilhões de pessoas, parece que existe uma obrigação de se apaixonar, nem que seja uma vez na vida. Não estou me referindo àquele amor comum, mas aquela paixão tórrida, aquela coisas de ficar entre o bem e o mal, de sentir as pernas tremerem quando ele chega, de ensopar a calcinha só dele te tocar, enfim, de amor alucinante, entende?
Mas, por que você deseja tanto um grande amor? Não que seja ruim estar apaixonado, mas o que não dá para entender é esta tristeza por ainda não ter sido abençoada pelas flechas do cupido!
Entenda uma coisa: você não é incompetente por não estar apaixonada. Ou melhor: você não tem que se obrigar a amar, não precisa disso e pode viver muito bem sem o grande amor hollywoodiano que muitas mulheres sonham.
De repente você é do tipo de garota que leva a vida numa boa, tudo está correndo perfeitamente bem, mas começa a achar que algo está errado porque não consegue se apaixonar. Ou melhor, até pintou um carinha aqui, outro ali, foi legal, mas não era isso que queria.
Não, você queria algo mais forte, quem sabe uma overdose de amor. Paixão, é disso que tanto sente falta. Sim, você não quer um beijo, mas algo que te deixa louca por dentro. E no sexo, por mais que não tenha nenhum problema em gozar, você acha que precisa de muito mais! Ah, como seria bom gozar com amor… Nem precisava ser aquele orgasmo de arrepiar os pelinhos da nuca, bastaria saber o que é gozar com o coração…
“Será que sou fria?”
E como é mais que natural, você usa suas amigas como parâmetro. Só que você é diferente! Pra começar não tem as mesmas inseguranças que elas. Afinal, por acaso já se imaginou chorando pelos cantos por algum homem? E correr atrás de macho, por acaso teria coragem de fazer isso? Oras, você nem acredita em alma gêmea (argh!!!) e acha que príncipe encantado é coisa de mulher burra, então pra quê perder tempo invejando a “felicidade” delas?
“Sou esquisita, só pode ser…”
Bem, normal você não é, graças a Deus. E afirmo isso com toda convicção, porque o que vejo é uma garota que possui uma maturidade emocional enorme, que sabe muito bem lidar com seus sentimentos, enfim, alguém para ser invejada, que só está passando por uma fase. Sim porque você só se acha a “estranha” porque não se enquadra nos padrões, mas não é por isso que deve se condenar.
Ah, sim, agora vou te jogar lá pra cima. Chega de dar uma de Maria Mijona só porque nunca rabiscou “I love you” na sua agenda cor de rosa, ao som de James Blunt. Aliás, acho que você deve detestar cor de rosa e só falta vomitar quando escuta “Same Mistake” ! “Sim, eu odeio cor de rosa e detesto James Blunt, por isso que me acho estranha demais!
Cada um tem um jeito de amar, e não ser dramática e fatalista em relação ao amor não é motivo para vergonha, muito pelo contrário, é motivo de orgulho.
E pode apostar que por causa desta sua personalidade, muitos homens farão de tudo pra que se sinta uma aberração da natureza. Claro, porque uma mulher que não se dobra diante de chantagens emocionais, que não sofre e chora por causa de homem, só pode ter o coração de gelo. E aqui entre nós, boa parte desta sua tristeza por ainda não “amar” tem a ver com o que escutou de seus ex-namorados, não é mesmo?
Você já está cansada de vê-los fugindo de sua vida, muitos com o rabo no meio das pernas, não é mesmo? E olha que eles juravam que iam te colocar um laço.
Ah, mas se eles soubessem como o seu coraçãozinho é quente…
É, eu sei como o coração de uma mulher racional como você é quente. Aliás, ser amado por você é um prêmio, algo que poucos homens terão a honra.
Então, pare com esta bobeira de correr em busca de um “grande amor”, porque mais cedo ou mais tarde você vai encontrar alguém que ame de verdade. E não vai ser aquela coisa dramática, mas um amor harmonioso, fruto desta sua capacidade de ser mais racional do que emocional.
E o que um homem precisa para conquista-la?
Oras, basta ele entender que para ganhar seu coração, antes de tudo, precisa ser digno de sua admiração.

[fonte: Revista Andros]

23 anos…

1
Fé. Minha base e sustentáculo. Fé em Deus, fé na vida, fé no amor, fé na cura, fé no tempo, fé nas pessoas. Fé. Início e fim.

2
Liberdade. Liberdade resulta em responsabilidade. Para ser verdeadeiramente livre o ser humano precisa ser responsável pelas consequencias de suas atitudes. Liberdade é um processo gradual, que se conquista, você torna-se digno dela.

3
Amor. Minha familia é meu farol. Eles me guiam e orientam, me apóiam. Minha mãe me ensinou o que verdadeiramente significa amar. Sem exigências, sem neuroses. Me ensinou que amar tem por exigencia apenas o próprio amor! Sem exigir retorno, nem provas. Ama-se porque amar faz bem, é saudável, enobrece, faz brilhar nossas qualidades. Amor por si só basta.

4
Ansiosa. Nasci de 8 meses e não foi a toa não. Sou muito ansiosa e impaciente. Quando quero, quero na hora. Meu defeito primordial.

5
Ingenuidade. Minha marca registrada. Me recuso a ser parte de um mundo de humilhações veladas e inimigos mascarados. Prefiro mil vezes a inocência de um sono tranquilo. Mas não confunda ingenuidade com burrice, pois o segundo definitivamente não faz parte de minhas características. Sou ingênua por opção.

6
Histórias. Adoro contar histórias. Já fiz cursos e adoro praticar essa arte. Lembro que quando pequena adorava quando minha Mama resolvia contar história para que eu dormisse tranquila e sem medo. Adoro histórias. Venham de onde for. Gibis, teatro, filme, livros. Sherazade é um ícone.

7
Mãe. A Mama é simplesmente a mulher mais forte e valorosa que eu conheço. A Mama nunca desiste, não importa a altura da montanha que ela terá de subir. Ela persiste. Mesmo com todas as dificuldades financeiras enfrentadas ela sempre encontrou tempo para nos mostrar que amor é muito mais importante que dinheiro. Dinheiro enche barriga, amor alimenta a alma. É por fome de amor que vemos esse mundo desolado, faminto, desesperado, violento. Se os pais se procupassem mais em amar e educar seus filhos do que enchê-los de um supérfluo que não lhes alimenta seu verdadeiro ser, suas almas, o mundo mudaria para muito melhor.

8
Meu pai, meu irmão. Meu irmão, felismente ou infelismente, assumiu a posição de meu pai. E é engraçado ver como ele, desde pequeno assumiu esse papel com louvor. Aprendi muito com ele, que sempre apresentou uma maturidade absurda para a idade que tinha. Responsabilidade, firmeza nas decisões, reflexão antes de tomar essas decisões, a não ter vergonha de mudar de opinião e tampouco de ter dúvidas, de não saber. Amo meu irmão. E esse amor é infinito e incondicional. Pois ele é meu porto e eu sempre serei sempre o porto dele.

9
Amigos. Não sou do tipo que tem muitos amigos. 1 ou 2 me bastam, pois são verdadeiros. Sempre tive muitos colegas, adoro estar rodeada de gente. Adoro gente! Mas de meus amigos eu não abro mão. Meu mundo pára por eles e suas necessidades.

10
Estudo. Adoro estudar. Não sou o que se pode chamar de CDF, sou adeptas de leitura como prazer e conhecimento como lazer. Adoro ler, pesquisar, aprofundar meus conhecimentos em algumas áreas. Adoro o desafio de aprender, de superar meus conhecimentos, conhecer algo novo e surpreendente. Estudar é maravlihoso.

11
Trabalho. Me suspreende gostar tanto de trabalhar. Num país cuja cultura de trabalho é justamente o não-trabalho me surpreende levantar todos os dias com tanto prazer. Adoro o que faço. Me estimula. O trabalho dignifica e valoriza. Mesmo que meu salário de estagiária não seja lá essas maravilhas, é gostoso saber que aquele dinheiro é fruto do meu trabalho, do meu suor. Que estou caminhando rumo à capacidade de me sustentar.

12
Música. Outra paixão. Não prá cantar, mas para ouvir e dançar. Adoro dançar, ainda que não consiga diferenciar um ritmo do outro e tenha dois pés direitos, ainda assim danço e danço, e danço… Pratico musicoterapia e durmo ouvindo musicas clássicas. O resultado tem sido um sono mais tranquilo, profundo, revigorante e minha ansiedade tem diminuido…

13
Menina Bolha. To chegando a esse nível já. Tenho baixa tolerância à lactose, sou alérgica à camarão e frutos do mar. Sou fotosensível (o que frustra meu sonho de férias na beira do mar e fins de semana no clube). E tenho dermatite de contato. Quase a menina bolha.

14
Castanhas. Coloque castanhas em algum alimento e pronto, é quase certo que eu adore!

15
Sala de frutas. Adoro. Como todos os dias. Sem açúcar nem leite condensado. Só as frutas com o sumo de laranja, limão ou maracujá. Hummmm

16
Sexo. Com naturalidade, tranquilidade e muita, muita confiança. Relaxante, estimulante. Praser, desejo, (auto)conhecimento. Deve ser a consequencia do fortalecimento dos elos existentes entre duas pessoas, jamais o oposto. Sexo não liga duas pessoas quando seus corações não estão conectados. Não confunda: sexo não é amor e amor não é sexo.

17
Criatividade. Estimulo. Ver o que ninguém mais vê. Ligar assuntos que ninguém considera possíveis. Adoro isso.

18
Impulsiva. Sou senhora de agir por impulso e ficar morta de raiva e arrependimento depois.
Outro aspecto de minha personalidade que venho tentando educar.

19
Arte. Exige dedicação e vontade. Dom? Pode ser, mas acredito que todos tenham dons para a arte, o problema é que os travamos. “A arte deve ser o belo criando o bom”, diz André Luiz. Mas a beleza está no olhar de quem vê. Tanto é verdade que há quem não goste de flores…

20
Lírios e mini-rosas. No mar de belezas que existem em um jardim, essas são, minhas flores prediletas.

21
Laços. Adoro laços. E lenços. Um charme só.

22
Cavalo de arranque. É como minha Mama me chama. Sou boa iniciando projetos e tocando eles. Mas tenho uma dificuldade estrondosa em encerrá-lo. Não gosto de encerramentos, fins. Soam falsos, tristes. Não gosto.

23
Minha idade a partir de hoje. Mais um ano de aprendizado. Mais um ano de oportunidades. Mais um ano de evolução, amor, carinho, amigos, flores, e tudo mais que Deus me presentear nesses 365 presentes que desembrulharei!

Toque

[De tempos em tempos, ainda que não lhe diga quais são os tempos…]
June A

Toca-me / June A

Adoro quando me tocas
Mas quando me tocares entenda de uma vez
Toca-me ao início como quem tem medo
Como quem se ousa onde não deveria ir
Toca-me delicadamente
Como quem toca a um cristal raro
E delicado
Me toca como quem desvenda um mistério
Antigo e devasso
Santo
Sagrado
Toca-me e descobre-me
Como serpente que te envolve
Em vis desejos
Descobre-me protetora
De tuas mãos, corpo e alma
Descobre-me mulher
Úmida
Gentil
Exigente
E muito, muito
febril.
Apenas toca-me