Amor y Caos

[Sentimentos são o caos. O amor é um caos.]
Gatão tentando acalmar o coração da irmazinha linda dele, eu! Que contava a ele toda a confusão sentimental que vem vivendo, seus desejos, tentações, brigas consigo mesma. E ele lá, todo carinhoso tentando me ajudar a achar a saída, sem me mostrar o caminho. Me ajudando a caminhar com minhas próprias pernas. Valeu Gatão! Te amo!

Meu irmão, meu melhor amigo, meu paizão, meu confidente, parceiro de horas filme, pipoca e discussões pseudofilosóficas. Eu amo meu irmão e esse talento que ele tem de ser o único que compreende essa loucura em que vive minha mente e coração.
Ele é meu porto-seguro em meio à tempestade.

Engraçado que minhas aspirações, sonhos e ideias são tão opostos aos de minha geração. Há anos que venho tentando compreender como eu posso ser tão diferente de todas as minhas amigas. Melhor que meu maninho gatão também é. às vezes penso que deveria ter nascido uns 20 anos antes do que nasci, talvez eu me sentisse menos pássaro em meio a peixes.

Na linha oposta de irmãos que brigam e se chantageiam, eu e o Gatão raramente discutimos, e mesmo em nossas discussões elas são equilibradas, verdadeiros diálogos dos problemas que enfrentamos. Costumo dizer a ele que no dia em que eu encontrar com um homem que seja metade do que ele é, eu não descanso enquanto não casar!

Onde nesse mundão de meu Deus eu vou encontrar um cavalheiro que desce escadas na frente e sobe atrás? Que anda de mãos dadas te deixando na parte de dentro da calçada? Que abre porta, cede o casaco, ouve pacientemente todas suas insanidades (e presta atenção), entende quando você precisa só de abraços e silêncio e, pra completar, é lindo e cheiroso? Há! Never! O Gatão é único! Sincero, direto, objetivo. Paciente e calmo. Nunca fala alto, nunca grita. Raramente se irrita. Um gentleman como só vejo entre cinquentões e, de vez em quando, em algum quarentão. Todos casados, óbvio.

Realidade seja dita, meu padrão de exigência tá alto. O mínimo que exijo é capacidade de dialogar (PQP esses moleques hoje em dia só sabem falar asneiras! Orkut, MSN, Pânico na TV e Cia). Se você pergunta qual o último livro que ele leu, só falta ele te perguntar seisso é de comer… ¬¬

Esses dias tive o desprazer de ouvir um fulaninho que se sentia o último biscoito do pacote me dizendo que os Incas eram uma tribo indígena da India. Eu abstraio esse momento de minha vida, claro. Se eu beijei o fulano? Deus me livre! Va que asneirice é doença e pega pela baba do indivíduo?

Dai eu olho pro Gatão. Olho à minha volta. Olho pro céu. Me pergunto como uma benção de irmão pode dificultar tanto sua vida. Eu cresci em meio a uma familia recheada de honestidade, clareza, diálogo, carinho, afeição, cuidados, atenção, amor e tudo mais. Aprendi muito sobre resignação, paz de espírito, reflexão, controle de impulsos (ainda que eu me mantenha muito impulsiva), auxilio ao próximo. Como aceitar os conselhos de minhas amigas de que eu tneho que baixar meu padrão de exigência? Como?

E mais, eu sou impulsiva, louca mesmo. Quando vejo já falei, já fiz. Eu preciso, realmente preciso, de alguém que seja mais estável, mais tranquilo, que segure minha onde e coloque meus pés no chão. Por que se deixar, eu voo mesmo. Preciso desse suporte e segurança. Sou medrosa por natureza e ousada por nascimento. Se eu paro e penso, eu não faço. Acha mesmo que loucura se faz de caso pensado? Nem…

Mas eu tava falando do Gatão e em como ele é meu paizão. De verdade. O não dele é mais forte que o da Mama. Se ele desaprova eu nem penso. Mas ele raramente desaprova alguma coisa, ele não recomenda, mas nunca julga ou desaprova. Eu o admiro demais da conta. Admiro essa estabilidade e equilíbrio. Admiro seu carinho. Sua vida reta. Seu jeito de seguir as regras, respeitar as leis, ser cidadão.

Respeito à instituição familiar, compreensão às diferenças, a paixão pelo universo humano, tão complexo, tão simples e tão fascinantemente paradoxal. O desenvolvimento do autocontrole, a busca pelo perdão a todos e a nós mesmo, o pensamento de que o amor é a melhor estratégia. Nós somos tão parecidos, pensamos com tanta sintonia que até mesmo nossos raciocínio tão opostos se complementam e se encaixam. Somos mais que irmãos. Somos almas afins.

E essa cumplicidade, amizade, respeito e tudo temperado com amor que busco em um homem. Quero espalhar toda a felicidade que habita meu mundo, compartilhar tdo de bom que me acontece. Não que minha vida seja perfeita ou nós não tenhamos defeitos. Mas somos perfeitos em nossa imperfeição, e compreendemos que ninguém jamais torna o mundo melhor quando luta com seus defeitos, mas sim quando deixa que suas qualidades falem mais alto, gritem, e então permitimo-nos resplandecer nossa luz, exatamente como Jesus nos pediu.

E assim deixo esse post hoje, meu pequenos caos e amor por meu irmão, e um agradecimento à Deus por me permitir compartilhar minha vida com pessoas que tanto me amam, apóiam e compreendem.

Photo By: e-mail.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s