Amontoado de coisas de uma mente sem inspiração…

[Isso bem poderia ter acontecido hoje… Salva pela carona materna!]
June A


Hoje eu estou bem confusa… Tá tudo meio loucão. Acho que tinha alguma coisa na água!

O Medo de Amar é o Medo de Ser Livre (B. Guedes/F. Brant)
O medo de amar é o medo de ser
Livre para o que der e vier
Livre para sempre estar onde o justo estiver
O medo de amar é o medo de ter
De a todo momento escolher
Com acerto e precisão a melhor direção
O sol levantou mais cedo e quis
Em nossa casa fechada entrar
Prá ficar
O medo de amar é não arriscar
Esperando que façam por nós
O que é nosso dever: recusar o poder
O sol levantou mais cedo e cegou
O medo nos olhos de quem foi ver
Tanta luz



Gente Perdida

Eu fui devagarinho, com medo de falhar
Não fosse esse o caminho certo, para te encontrar
Fui descobrindo devagar, cada sorriso teu
Fui aprendendo a procurar por entre sonhos meus
Eu fui assim chegando, sem entender porque
Já foram tantas vezes, tantas, assim como esta vez
Mas é mais fundo o teu olhar, mais do que eu sei dizer
É um abrigo para voltar ou um mar para me perder
Mafalda Veiga

Anúncios

2 pensamentos sobre “Amontoado de coisas de uma mente sem inspiração…

  1. que gentil vc. obrigado! pode ter certeza que farei o mesmo assim que chegar em casa! :)fique a vontade e volte sempre! vc mora em Brasilia? ate ja fui em brasilia algumas vezes. eu morava pertinho de Brasilia (em Goiania), mas vim morar em Sampa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s