Linda!

[Linda, linda!]

 

Linda!
Adoro ouvir isso.
Tem elogio mais gostoso?
Ser chamada de linda, ao pé do ouvido então? É um momento mágico em que eu me sinto a mais sexy e poderosa das mulheres. Um sorriso bobo-alegre-feliz gruda no meu rosto de tal maneira que é impossível tirá-lo de lá. E eu realmente não desejo tirá-lo…
Ser chamada de linda exige classe de quem elogia. Exige elegância. Charme. Não é para qualquer um.
Linda. Essa palavra desarma qualquer mulher. Nos deixa de pernas bambas, a meio passo de nos entregarmos totalmente esem reservas. E normalmente nos pega desprevenidas…
É diferente do bonita, que é corriqueiro, normal. Dito para qualquer um que se surpreenda por nossa aparência mais glamourosa, sexy, charmosa que o habitual.
No caminho oposto está gostosa. Não, eu não tenho problema em ser chamada de gostosa, eu adoro! Desde que essas palavras venham de meu namorado… Lembrem-se: eu sou virginiana, com ascendente em capricórnio e lua em touro. TERRA. Sou reservada, levo as coisas literalmente, não sou dada a duplo-sentido e levo tempo para confiar e me liberar. E ser chamada de gostosa por alguém que não seja meu namorado-amante-companheiro, me deixa irritada, sem-graça, me sentindo um puta desclassificada e acaba com qualquer sorriso que porventura se encontrasse em meu rosto.
Ora! Para que alguém saiba se eu sou gostosa ou não tem que me provar, sentir meu sabor. E isso apenas uma única pessoa faz: ele. Meu eleito. Ninguém mais. Ponto.
Mas, voltemos ao motivo do post: ser linda!
Hum, linda é algo me que cativa, pois revela um ser mais gentil.
Sim.
Definitivamente ser linda é algo muito, muito bom!
*******
Linda / Roupa Nova
Linda!
Só você me fascina
Te desejo muito além do prazer
Vista meu futuro em teu corpo
E me ama como eu amo você…
Vem!
Fazer diferente
O que mais ninguém faz
Faz parte de mim
Me inventa outra vez
Vem!
Conquistar meu mundo
Dividir o que é seu
Mil beijos de amor
Em muitos lençóis
Só eu e você…
Linda!
Conte a mim teu segredo
Pro meu sonho
Diga quem é você
Livre!
Nunca mais tenha medo
Pois quem ama
Tudo pode vencer…
Vem!
Fazer diferente
O que mais ninguém faz
Faz parte de mim
Me inventa outra vez…
Livre nunca mais tenha medo…