Um dia anormal…


Impaciência = diretamente proporcional a intolerância
Tirar de onde serenidade e a dita da paciência no meio dessa loucura?

As vezes sentar para ouvir o que nós mesmos temos a nos dizer é uma arte…
Diria até… um luxo!

Depois de tempos sem transportar pensamentos…
Uuma explosão de novas coisas a se dizer…
E mais importante ainda: a se pensar!!!!
Está por acontecer……

Me dei o direito do silencio externo.
Agora as mãos não calam.

…..Que me desculpem os pretensiosos!
Não se achem dignos deste mérito,
Que é só meu.
Por pura opção.

O silencio… abafa e ressoa dentro de uma vasta coleção de acontecimentos internos…