Quem disse?

Quem disse que tinha de ser pra sempre?
Quem foi que impôs a condição de eternidade para o amor,
Para a alegria ou para a dor?
Quem foi que falou que errando é que se aprende?
Quem foi o estúpido que disse
Que é perdendo é que se dá valor?
Tá errado…
Quero que meu amor dure o tempo certo
Desde que um beijo sempre aqueça meu coração
E que esse beijo me ensine
Que há muitos mistérios para serem desvendados
Que muitas dores duram pouco e outras um pouco mais
Que esse mesmo beijo me mostre
Que perder só significa uma coisa:
Que eu nunca tive o que achava perdido
E se nunca foi meu,
Não há por que sentir falta
Mas, acima de tudo a certeza
De que a vida, embora muitas vezes madrasta
Nos oferece “segundas” chances
Para amar, para acarinhar,
Para sorrir, para chorar,
Para viver, para sonhar…
Anúncios

Um pensamento sobre “Quem disse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s