Conselho de mãe


Mãe gosta mesmo é de dar conselho. Filha, não pega friagem. Não acorda tão tarde. Não falta ao serviço. Filha, cuida de sua saúde, coma seus legumes, volta para a ginástica. Filha, visita sua avó, volta no dentista, faz economia. Filha, trata bem esse seu namorado, faz as pazes com a irmã, liga para agradecer. Mãe gosta mesmo é de dar conselho.
E toda a humanidade responde em coro:
– Tá mãe!!!!

Até que um dia você flagra sua mãe usando uma blusa de lã sem a camiseta por baixo. E o que é que tem demais? Nada, não tem nada demais. Só que este é um dos conselhos mais adorados da mamãe. Pelo menos da minha. Filha, não usa blusa de lã sem camiseta por baixo. Quantas vezes eu devo ter ouvido isso. Quantas? E lá está ela, lépida e fagueira, com sua blusa de lã sem camiseta por baixo.
– É que eu sai correndo – ela diz.
– Sei….
– Mas não devia ter feito…
– Sei….

Por um minuto eu viro mãe da minha mãe. Ela sorri sem graça sabendo que foi pega no erro.

No dia seguinte, andando pelo bairro e falando no celular com a mãe, sou seduzida pelo gatinho de rua mais fofo do mundo, que se joga aos meus pés querendo um cafuné. E cafuné não se nega.
– Filha, que isso! Vai ficar passando a mão em gato vira-lata de rua!

E eu nem dou bola. Vou lá seguir conselho de quem usa blusa de lã sem camiseta por baixo!