LUTO


Em luto pelo Homem que me aceitou como filha, se oferecendo para me permitir a entrada neste mundo onde eu teria a oportunidade de viver e aprender.

Pai eu te amo.

Nossos corpos sempre estiveram distantes, mas meu coração sempre esteve contigo.

TE AMO.

PAQUERA: NÃO BASTA IR À LUTA



No universo da paquera os pequenos gestos podem valer muito e adquirir grandes significados. Detalhes que fazem a diferença entre o desejo e a conquista. Não são apenas os olhos que conquistam, atraem e contam estórias. Mas, ao falar, além do que é dito, é importante também a maneira como é dito.
Certas condutas de comportamento, além da beleza e da pele, podem ajudar no resultado da paquera.

· Não importa a idade: a paquera (azaração, ou o que for) tem que ser direcionada. Não saia atirando olhares como uma metralhadora giratória. Foque a atenção na pessoa que num primeiro momento te atraiu (mesmo sem saber por que) e depois, descubra…

· Seja original: fuja das cantadas decoradas, machistas, piegas e qualquer piadinha imbecil. O melhor caminho para o início de qualquer namoro ou amizade bem sucedida é uma conversa sincera, em que se descobre os pontos comuns e gostos afins.

· Elegância e cortesia são verdadeiras senhas para abrir qualquer coração – feminino ou masculino. Desde o primeiro olhar, a primeira conversa ou primeiro encontro, valorize as suas qualidades, nada de falsa modéstia.

· Já os defeitos, aqueles impossíveis de encobrir na manhã seguinte… Bem, talvez seja melhor abrir o jogo e revelá-los com antecedência em uma conversa bem humorada.

· Seu amigo te deu o telefone dele(a). O que fazer? Ligar ou não? O melhor é ligar – porque não? – e ir com calma. Primeiro, veja se ele(a) lembra de você: “Te vi na festa da Alice e resolvi ligar. Gostaria muito de conversar mais e te convidar para tomar um café.” Ligar e cair matando com elogios derramados pode afastar a outra pessoa.

· Se o seu alvo trabalha com você, todo cuidado é pouco. O melhor é testar, várias vezes, se os olhares são recíprocos. Aproveite o almoço entre os colegas e sente-se ao seu lado, onde a conversa pode rolar com mais intimidade. O passo seguinte é um convite para o almoço a dois e depois um cinema. Aceitou, pode ser que tudo esteja certo. Mas antes do beijo, pegue na mão e sinta a reação…

· Paqueras proibidas normalmente são altamente gratificantes, pelo menos no princípio. Mas, antes de começar a paquerar o filho da sua melhor amiga, o seu chefe, o irmão do seu ex-namorado, lembre-se do futuro. Em geral, o começo é legal, o meio é tumultuado e o fim desastroso.

· Se determinada pessoa não tiver correspondido, não desista. Ou melhor, desista daquela, mas não de todas. O bom da paquera é exatamente tentar, errar e acertar. E várias vezes na vida, pois um dia acertamos na mosca. Afinal, paquerar é ótimo, mas amar é ainda melhor.

Conselho de mãe


Mãe gosta mesmo é de dar conselho. Filha, não pega friagem. Não acorda tão tarde. Não falta ao serviço. Filha, cuida de sua saúde, coma seus legumes, volta para a ginástica. Filha, visita sua avó, volta no dentista, faz economia. Filha, trata bem esse seu namorado, faz as pazes com a irmã, liga para agradecer. Mãe gosta mesmo é de dar conselho.
E toda a humanidade responde em coro:
– Tá mãe!!!!

Até que um dia você flagra sua mãe usando uma blusa de lã sem a camiseta por baixo. E o que é que tem demais? Nada, não tem nada demais. Só que este é um dos conselhos mais adorados da mamãe. Pelo menos da minha. Filha, não usa blusa de lã sem camiseta por baixo. Quantas vezes eu devo ter ouvido isso. Quantas? E lá está ela, lépida e fagueira, com sua blusa de lã sem camiseta por baixo.
– É que eu sai correndo – ela diz.
– Sei….
– Mas não devia ter feito…
– Sei….

Por um minuto eu viro mãe da minha mãe. Ela sorri sem graça sabendo que foi pega no erro.

No dia seguinte, andando pelo bairro e falando no celular com a mãe, sou seduzida pelo gatinho de rua mais fofo do mundo, que se joga aos meus pés querendo um cafuné. E cafuné não se nega.
– Filha, que isso! Vai ficar passando a mão em gato vira-lata de rua!

E eu nem dou bola. Vou lá seguir conselho de quem usa blusa de lã sem camiseta por baixo!

BOM HUMOR: MEIO CAMINHO ANDADO PARA SER BEM SUCEDIDO


O humor é uma grande arma contra todos os percalços do dia-a-dia. Com ele fazemos mais amigos, somos lembrados por todos com carinho e afeição e os problemas tornam-se mais fáceis de resolver. O dia passa mais alegre e o sono chega muito mais tranqüilo.

“Aquele ranzinza”, “Já acorda mal humorado”, “Cara feia dá rugas”. Se estas são frases que algumas – ou muitas – vezes se aplicam a você é porque está na hora de cultivar um pouco de bom humor.

Acorde para a vida – Para que acordar com o pé esquerdo? Antes de sair da cama, lembre-se de um momento gostoso e/ou alegre. Melhore seu astral logo de cara, e deixe a cara feia em casa, bem escondidinha.

O trânsito não é só o caos – Engarrafamento, trânsito lento, um calor insuportável. É só isso que você consegue imaginar dentro do seu carro ou do ônibus? É difícil, mas procure abrir os olhos e enxergar mais longe. Veja os detalhes arquitetônicos daquela igreja antiga no final da avenida ou pense na vida, ligue o rádio e curta aqueles minutos/horas como se você tivesse desejado passar uma hora apenas ouvindo música. Você vai se surpreender: pode ser ótimo…

Na paquera e no amor – No começo do namoro bom humor é fundamental, é a regra número um e todos a seguem. Mas depois a coisa muda. Pois não deixe o bom humor acabar: é o primeiro passo para que a paixão perca força e o amor a poesia.

Sorria a distância – Bom humor não é bom somente para as pessoas que estão fisicamente perto de você. Por isso, ao atender alguém ao telefone ou celular sorria – mesmo antes de falar “alô”. Quem estiver do outro lado não vai ver o seu rosto, mas sentirá seu sorriso na voz, saberá que você está de bem com a vida, e certamente terá mais prazer em dar o recado – qualquer que seja ele.

O homem que só tem amigo homem

Aí está uma boa maneira de avaliar se um cara é bacana ou não: ver se ele tem amigas mulheres. Homem que só tem amigo homem, desculpem, ainda é machista pra caramba. E isso, mais que irritar, é uma coisa que dói. Sim, eles podem disfarças, mas são misóginos.

O homem que só tem amigos homens ainda acha que a gente é uma coisa esquisita, assustadora. E, claro, só conseguem ser nossos amigos quando nos comem.
Homens legais, como os meus amigos mais queridos e os meus exs namorados (que deus os salvem), nos amam sem sexo, discutem política e até arriscam falar de futebol. E tentam nos explicar que existe uma tal Taça Brasil e um tal Campeonato Brasileirão. Ou fazem pouco da gente e respondem, como o amigo M, que a Libertadores é o maior campeonato das Américas (espera, isso eu sabia!).
Eles conversam com a gente sobre rock, vida, ou seja, qualquer coisa. Como se fossemos seres humanos normais. Ainda tem gente que acha que não somos? Sim, tem. E são os homens que não têm amigas mulheres! Aqueles que só falam com homem ou com namoradas dos amigos (existe coisa mais machista que tratar uma menina como “a mulher do cara”?). Ai, meu deus.E isso existe. Ali do lado. Ali no show de rock. Na Mercearia. Muito mais perto do que a gente pensa.
Outro dia um menino perguntou se eu tinha esses lances de feminismo. Respondi que sim. Claro que eu tenho. E quando vejo um homem que não tem amigas mulheres esse “lance” aumenta um pouquinho. Mas não tem problema. É só ter um pouco de pena deles (os que não agüentam o tranco da nossa amizade). Deve ser chata a vida só entre homens, não?
PS. O mesmo vale para meninas que só têm amigas meninas. É uma vida triste. Nada como brothers bofes para melhorarem nossas vidas perigosas.
(Por Nina Lemos)

Maçãs vermelhas na caixinha azul


Um dia o menininho perguntou para a menininha:
-Se eu te der meu coração, você me dá o seu em troca?
A menininha, um tanto constrangida, respondeu:
-Só se, junto com seu coração, você me der a sua paciência também.
O menininho retrucou confuso:
-Mas por que precisa também da minha paciência?
E a menininha respondeu em um único fôlego:
-Porque, em troca de seu coração, darei apenas metade do meu, por isso preciso da sua paciência também. A outra metade darei apenas quando sentir-me segura, mas saiba que essa outra metade já pertence à você também.
O menininho, ainda confuso, entregou seu coração à menininha e, junto com ele, uma caixinha de papel azul onde guardava sua paciência.
Em seguida, perguntou:
-Você vai me machucar?
A menininha abriu a caixinha de papel azul, observou por alguns instantes seu conteúdo e respondeu com um sorriso:
-Apenas quando sua paciência terminar.
Então o menininho entendeu que nunca mais sentiria dor…
E segurou a mão delicada da menininha levando-a para colher maçãs vermelhas de uma árvore que plantaram juntos.

Amizades


A cada dia temos mais conhecidos e um número menor de amigos. Algumas pessoas aparecem e desaparecem de nossas vidas. Em alguns casos até damos graças a Deus. Mas, há pessoas que podemos passar anos sem ver e o sentimento continua o mesmo. Esses são os amigos de verdade. Aqueles para quem devemos estar sempre presentes e com quem compartilhamos tanto os momentos difíceis quanto o sucesso.

· Para os amigos devemos ligar, ou pelo menos passar um e-mail, para manter contato, mesmo que a vida esteja para lá de agitada.

· Amigos são para todas as horas e não só para as tristezas. Por isso se tiver arranjado um namorado fascinante ou tenha acabado de se casar, não deixe de encontrar os amigos, nem que seja uma vez por mês.

· É fundamental cultivar gentilezas e também saber retribuí-las. Porque presentear seus amigos somente no dia do aniversário?

· Amigos podem até pedir dinheiro emprestado (embora só em último caso). Mas o que não pode acontecer é esquecer de pagar, colocando em risco a confiança e a amizade.

· Entre amigos conversas e conselhos são sempre bem vindos, mas todo cuidado é pouco para não se intrometer na vida dele ou dela. Evite perguntar sobre a vida íntima ou dar palpites sem ter abertura para isso.

· É normal freqüentar a casa dos amigos, mas esqueça conselhos para a decoração e interferência no serviço. A não ser que lhe peçam.

· Lembre-se que não é porque é seu amigo que você pode chegar sem avisar ou ligar as duas da manhã, só para contar uma fofoca. Porém, se for algo urgente e você quiser colo, apareça e aproveite o carinho sem remorso

· Amigo de verdade está presente e não desaparece quando o outro está com problemas, sem emprego ou em dificuldades financeiras. É nesta hora que descobrimos os verdadeiros amigos e é com eles que devemos contar e também apoiar no futuro quando precisarem !

· Resista a tentação de copiar o corte de cabelo do amigo ou amiga, comprar um carro igual ou roupas iguais. Nada mais chato que um amigo zelig.

· Amigos defendem uns aos outros, com unhas e dentes, contra tudo e contra todos, em todas as horas. É preciso falar, se colocar e brigar, se necessário, mais até do que em causa própria.

· Finalmente, amigos não se compram, se conquistam com a melhor de nossas armas: o coração…