Mudar o mundo

Engraçado como eu me lembro bem de ter ouvido isso da minha mãe…

Quantas vezes queremos mudar o mundo todo, quando sequer conseguimos cuidar do quintal das nossas casas? Estamos sempre tão preocupados com as dores globais, a fome na África, a Violência no Rio… Nos fixamos nessas idéias tão distantes que acabamos chegando à conclusão de somos por demais pequeninos para mudar algo… Nos sentimos impotentes diante de tamanha misério, tanto sofrimento, tanta injustiça, tanta tristeza. O que um ser humano, solitário pode fazer? Por mais que nos lembremos de grandes nomes como Mandela, Gandhi ou Jesus acabamos por nos questionar: eu não sou como eles, nunca serei como eles. E acabamos por deixar a situação continuar como está, deixamos que outros, mais fortes, mais bravos, mais corajosos assumam esse papel, essa responsabilidade.

O que não paramos para ver é que o poder da mudança se encontra em nossas mãos, em nossas mentes, em nossa capacidade de sonhar com um mundo melhor. Vamos lá, olhe para o mundo forme sua opinião global, mas olhe também à sua volta. E olhe para você. E comece a mudar.

Procure entidades onde você possa contribuir com seu trabalho, existem muitos orfanatos, casas de repouso, hospitais, entre outros onde você pode prestar auxilio. Seja um voluntário. Não faltam lugares que precisam de apoio. E sempre terá um hospital público onde você poderá ir para ouvir as pessoas, num mundo onde tantos se sentem sozinhos na multidão, ouvir é muito importante.

  • Reveja suas atitudes. Use toda aquela educação que possui e dê Bom Dia, Boa tarde, Boa Noite aqueles que cruzarem seu caminho, se for ignorado não ligue, lembre-se que você também ignorou muitos bom dia!
  • Respeite as leis. Elas não existem à toa, são normas de convivência, de boa convicência. Ignore os desaforos, são apenas palavras de desespero de alguém que sequer entende o que acontece a sua volta, sinta pena dos desaforados.
  • Sorria mais. Pesquisas comprovam que o ato de sorri, mesmo que mecanicamente, provoca mudanças hormonais em nossos corpos e nas pessoas à nossa volta, reduzindo o stress, a irritação e a tensão.
  • Tenha um Hobby. Momentos de descontração nos tornam mais propensos a pensamentos positivos. Sempre que algo ruim acontecer, pegue uma folha e enumere 10 coisas boas na sua vida. Verá que há muito para ser feliz.
  • Fale menos. Assim conseguirá perceber o mundo ao seu redor. E conhecendo o problema, fica mais fácil achar a solução.

Mudando a si mesmo, você sempre influenciará pelo menos uma outra pessoa a mudar, e essa pessoa influenciará pelo menos outra… Uma corrente de mudanças estará sendo construída, e assim, sendo você mesmo, finalmente perceberá que o mundo não muda, quem muda são seus habitantes.

Pense nisso!

June Alves de Arruda
Não repassem essa mensagem sem dar os devidos créditos à autora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s