Programa Quadrinhos: Placas Tectônica

Aos 35 anos, Margaux Motin narra os erros e acertos que abalaram sua existência em páginas repletas de humor e realidade. Uma separação e um novo amor mudam radicalmente sua vida de mulher com trintas e poucos anos de idade; uma época em que decisões abruptas podem levar a consequências desastrosas.

Anúncios

Programa Quadrinhos: Fun Home – Uma Tragicomédia em Família

‘Fun Home’ é um dos maiores fenômenos literários desta década. Eleito o “livro do ano” em 2006 pela revista Time, figurou na lista de livros mais vendidos do The New York Times e faturou diversos prêmios (entre eles, o Eisner Awards de Melhor Não-Ficção). O álbum é um livro de memórias, onde a quadrinista Alison Bechdel revisita a sua infância e adolescência – especialmente a descoberta de sua homossexualidade e a difícil relação com seu pai Bruce Bechdel. Homossexual não-assumido, Bruce passava mais tempo reformando o casarão vitoriano que moravam do que dando atenção à família.

Com forte teor literário, Alison conduz a história com maestria, fazendo referências a inúmeros clássicos da literatura universal. Sua relação com o pai a faz lembrar do mito de Ícaro e Dédalo, a sua mãe, atriz amadora, ora é um personagem de Henry James, ora de Oscar Wilde. A proximidade de Alison com as letras vem do berço: Bruce era professor de literatura em Beech Creek, a pequena cidade onde a autora cresceu. A outra ocupação de Bruce era cuidar da casa funerária da família – funeral home, em inglês – que, abreviada para fun home (“casa da diversão”) pelas crianças, dá título ao livro.

Por Todas Nós, por Ellora Haonne

Título: Por Todas Nós: conselhos que não recebi sobre luta, amor e ser mulher.
Autora: Ellora Haonne
Editora: Astral Cultural
Edição: 1º (segunda reimpressão)
Ano: 2018
Páginas: 160

Uma das coisas mais complexas da vida é a luta para aceitar-se. Todos os dias, travamos uma batalha contra nós mesmas, nossos desejos, nossa sexualidade e nosso corpo. Nunca é o suficiente, sempre falta algo. POR TODAS NÓS surge como um ombro amigo e solidário, mostrando que não estamos sozinhas em nossos sofrimentos diários e precisamos questionar tudo aquilo que a sociedade impõe – sem julgamentos nem padrões preconcebidos. Ellora Haonne se despe de qualquer paradigma que você já leu antes e compartilha seus medos e suas experiências, dando conselhos que nunca deram a ela e pronta para lutar por aquilo que acredita!

20181029_125928

O que eu achei deste livro:

Normalmente eu não compro livros interativos pois eles tem uma pegada que eu, pessoalmente, não curto. Mas resolvi investir no da Ellora, mais pelo belo trabalho que ela desenvolve no seu canal Ellora Haonne, do que pelo livro mesmo, que eu esperava que fosse mais um livro de autoajuda ou coisa do gênero. mas me surpreendi muito positivamente, e já me explico.

Eu gostei do livro começando pela descoberta de que no seu interior a Ellora mesma desenhou e fez a arte. O que tornou ele mais… Ellora sabe? Algumas páginas eu to pensando em arrancar para fazer quadrinhos, pois são simplesmente maravilhosos lembretes de bem estar, de amor próprio e de que está tudo bem. O papel com uma textura mais cartonada e off white é muito confortável para ler, para manusear e para escrever. Acho que nunca comentei, mas eu tenho um tabu de escrever em livros. Normalmente quando eu termino de ler um livro ninguém notaria que ele foi lido se eu colocasse em uma estante para vender. Sempre fui MUITO cuidadosa com meus livros. E esse me desafiava a escrever nele. Eu aceitei. não foi confortável, mas eu até me diverti. =D

Não é daqueles livros com cara de livro, ele lembra muito mais os Bullet Journals que estão na moda. Que eu não faço por 1) preguiça, 2) por usar celular para anotar, lembrar, agendar, tudo, e 3) por que eu já escrevo diários, e uso agendas daquelas bem bonitas com um dia por folha para isso. Acho mais legal e funciona há muito tempo comigo. E eu amo papel pautado. Mas voltando ao livro, o formato diferente torna a leitura mais interativa e interessante. Com muitas frases destacadas, muitos lembretes. É como ler a agenda de uma amiga. Uma pegada interessante.

20181029_130205

Quanto ao conteúdo, realmente a Ellora é fiel ao que ela promete. São conselhos e mais conselhos. Daqueles que dividimos com nossas amigas queridas, daqueles que queríamos que alguém tivesse nos abraçado e dito. E que teriam nos poupado de muita dor provavelmente. Mas que ficamos felizes por receber eles. Alguém verbalizou o que eu sentia após viver na pele experiências que me fizeram aprender eles. São realmente informações que seria bom que toda garota mulher que conheço tivesse recebido, incluindo eu.

São dicas e conselhos e lembretes sobre amor, sobre ser mulher, sobre crescer nesse mundo louco, sobre as maravilhas de amadurecer, a dor de amar sem ser amada de volta, ou a felicidade de ser correspondida, sobre como mulheres são amigas, como devemos nos unir e nos fortalecer. Sobre como a culpa do machismo não é de ninguém e é de todos, pois todos recebemos o machismo de herança social, cabe a nós desmanchar ele para que todas nós possamos nos libertar e sermos mais felizes.

É uma leitura gostosa, que cativa um lugar no coração. Os momentos interativos são bem interessantes, e podem nos ajudar a pensar sobre a vida, sobre nós, sobre nossas crenças, sobre nossos sonhos e objetivos. Eu vou levar essas reflexões para minha psicóloga, para que possamos juntas refletir e pensar melhor sobre meu eu e minhas descobertas. Vale as horinhas gastas nele. Eu demorei quase um dia pois decidi aceitar o desafio e interagi mesmo com o livro, escrevi e desenhei. Para quem pretende apenas ler (o que eu não recomendo nada), creio que seja uma leitura de duas ou três horas. Mas saiba que vale bem a pena ler esse livro com carinho, pois com certeza ele foi escrito com esse sentimento e muita generosidade.

20181029_130308

Programa Quadrinhos: Hinterkinder

 

Após trezentos mil anos no topo da cadeia alimentar, levou apenas sete meses para a humanidade se tornar uma espécie ameaçada. A Peste matou quase todo mundo, e mudou tudo. Enquanto arranha-céus cedem espaço para florestas e animais selvagens ocupam as ruas abandonadas das cidades, os novos governantes do planeta saem de seus antigos esconderijos: elfos, trolls, fadas, faunos, centauros e sátiros – todas as raças perdidas por trás de incontáveis mitos e lendas retornam para reconquistar o mundo que perderam para a humanidade.

Agora, em uma pequena aldeia estabelecida onde antes foi o Central Park de Nova York, dois jovens rebeldes estão prestes a descobrir a verdadeira natureza do mundo além da pequena ilha que habitam, além do perigo oculto que ameaça tanto a humanidade quantos os Hinterkind, os desterrados!

Quero ficar rico, por Rafael Seabra

Título: Quero ficar rico: tudo que você precisa saber sobre dinheiro em 60 minutos
Autora: Rafael Seabra
Editora: Gente
Edição: 1º
Ano: 2016
Páginas: 144

Sucesso financeiro é para todos

Educador financeiro lança livro que ensina a pensar como bom investidor e prova que dinheiro compra, sim, felicidade.

Após nove anos, mantendo o blog Quero Ficar Rico (queroficarrico.com), que nasceu de ideia despretensiosa de trocar informações sobre investimento, o educador financeiro, Rafael Seabra lança o primeiro livro, no qual compartilha toda sua experiência acumulada ao longo desses anos com quem quer aprender a investir e usar o dinheiro de forma mais consciente.

O livro que leva o nome do blog é uma publicação da Editora Gente e tem lançamento dia 27 de setembro, em Recife (PE) – Livraria Cultura Paço Alfândega; dia 28 de setembro, em São Paulo (SP) – Livraria Cultura do Shopping Iguatemi; e dia 29 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ) – Livraria Saraiva do Shopping Rio Sul, sempre às 19 horas.

A obra está organizada como um guia, dividida em sete capítulos, nos quais Seabra desmistifica questões relacionadas a dinheiro ser solução para problemas financeiros e de que desejar ser rico é um desejo pouco altruísta.

O educador fala sobre algumas crenças que limitam o sucesso financeiro, baseado em estudos da economia comportamental, que demonstram como as pessoas tendem a tomar decisões financeiras ruins, principalmente quando estão sob pressão e como é possível superar esses problemas criando uma mentalidade para o enriquecimento.

No livro, Rafael Seabra chama a atenção para a necessidade de criar novos hábitos financeiros que estejam aliados aos  conceitos de disciplina, equilíbrio e mudança no padrão de vida. Além disso, ensina como organizar as finanças, passando pelos estágios de definir metas, elaborar orçamento pessoal ou familiar, controlar as dívidas e manter um fundo de emergências.

O livro também traz dicas sobre como colocar essa nova mentalidade financeira em prática. “A pessoa que estiver disposta a encarar essa mudança passará pelo mesmo processo de alguém muito sedentário que decide mudar de vida: disciplina e equilíbrio para atingir um novo padrão de vida”, explica o especialista.

Seabra foca no diálogo sobre o quanto o dinheiro é valioso no sentido de proporcionar liberdade, saúde e relacionamentos, para finalizar com a máxima do livro, que é possível comprar felicidade, dependendo de qual é o seu conceito de felicidade.

Está feito o convite, abandone suas dúvidas e medos, para embarcar nessa jornada em direção a uma vida livre de problemas causados por dinheiro. Acredite, é possível!

Sobre o autor: Rafael Seabra é fundador do renomado blog sobre educação financeira Quero Ficar Rico e autor do e-book Como Investir Dinheiro. Formado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco e com um MBA em Finanças pelo Ibmec, foi nomeado um dos melhores educadores financeiros do Brasil. Com mais de 400 mil acessos mensais, seu blog foi indicado pelo site The Brazil Business como um dos mais influentes blogs financeiros brasileiros. Mais de 10 mil alunos já se beneficiaram com seus ensinamentos sobre investimento e educação financeira, e os resultados de suas técnicas são quase imediatos. Rafael Seabra abandonou seu emprego estável para se dedicar ao blog e à paixão por finanças, e por meio de planejamentos financeiros e investimentos inteligentes alcançou a tão desejada liberdade financeira. Hoje, dedica-se em tempo integral a ensinar seus métodos para aqueles que desejam conquistar essa mesma liberdade.

O que eu achei deste livro:

Esse livro oferece uma promessa difícil de ser cumprida já no subtítulo “tudo que você precisa saber sobre dinheiro em 60 minutos”. Quais as reais chances de alguém te ensinar TUDO que precisamos saber sobre dinheiro em apenas 1 hora? Eu acho muito difícil. Impossível, até. E não me enganei, o livro não consegue essa façanha. O que ele faz é explicar conceitos e promover reflexão sobre a forma como nos relacionamos com dinheiro, nossas crenças limitantes, sobre organização básica para finanças pessoais, e muita, muita dica de boteco. Aquelas que a gente troca em conversas informais e ninguém coloca em prática.

A vantagem é que realmente a leitura do livro não ultrapassa uma hora (eu levei quase meia hora para terminar ele). Mas os conceitos superficiais me levaram a conclusão de que assistir alguns canais de educação financeira como o Me Poupe! da Natalia Arcuri, a Flávia Calini, o Primo Rico do Thiago Nigro ou o Gustavo Cerbasi são mais eficientes pra quem quer realmente estudar finanças pessoais, melhorar seu controle, começar a poupar (tanto para emergências como para investimentos e/ou atingir metas).

Resumindo, eu somente recomendaria esse livro para iniciantes, pessoas que estão realmente começando a pensar em finanças pessoais, que não tem nenhuma ideia de como utilizar o seu dinheiro, como dividir o salário, proporções que costumam dar certo (mas com o tempo aprendemos que essas proporções podem mudar conforme estilo de vida de cada pessoa), como amortizar dívidas, etc.

Programa Quadrinhos: IZombie

Gwen Dylan tem um trabalho sem futuro e um melhor amigo praticamente ausente. O cara com quem ela sai é meio que um cachorro, a cena social da cidade suga sua vida e parece que, sempre que ela encontra um cara decente, o trabalho acaba ficando no meio do caminho. Mas Gwen não é mais a mesma garota. Ela é um zumbi.

Sua melhor amiga, Ellie, é um fantasma. Seu camarada Scott (também conhecido como Spot) é um “terrieromem”. A cidade onde vive é o campo de caça de um grupo de vampiras bonitinhas (mas ordinárias). Sua nova paquera pertence a uma sociedade secreta centenária dedicada a caçar monstros. E seu trabalho sem futuro? Gwen cava covas de dia… e cava de novo à noite pra fazer um lanchinho.

Ela precisa comer ao menos um cérebro por mês pra não virar um monstro trôpego saído diretamente de filme de terror B – só que a última refeição de que desfrutou veio com uma porção extra: um caso de assassinato pra ser resolvido.

Agora a zumbi e seus amigos precisam encontrar o assassino antes que também virem vítimas de um destino pior que a desmorte…

O roteirista Chris Roberson (CINDERELLA) junta-se ao lendário artista Michael Allred (Wednesday Comics, Madman) e os dois apresentam iZombie: MORRI PRO MUNDO – uma história assustadora e estilosa sobre vida, morte e como uma mente pode ser uma coisa horrível de se provar.

 

 

Programa Quadrinhos: A Cidade da Luz

 

INIO ASANO NOS MOSTRA QUE AS HISTÓRIAS MAIS INUSITADAS PODEM ESTAR EM NOSSO COTIDIANO… Uma área residencial é criada nos arredores de Tóquio e chamada de “Cidade da Luz”. Lá, grandes edifícios coexistem com casas antigas e presenciam o cotidiano de seus habitantes. Nesta compilação de histórias ora sombrias, ora felizes, ora trágicas, o aclamado autor Inio Asano entrelaça os destinos de pessoas que nem sempre são tocadas pelos raios de sol que banham a cidade em que vivem.